Brasil disputa Mundial de Marcha Atlética na China

Equipe brasileira em Taicang / Foto: Divulgação/CBAtEquipe brasileira em Taicang / Foto: Divulgação/CBAt

São Paulo – A Seleção Brasileira está pronta para disputar o Campeonato Mundial de Marcha Atlética na cidade de Taicang, na China. A delegação saiu do País no domingo, dia 29, e chegou ao destino na terça-feira, dia 1º.
 
Por causa da diferença de 11 horas em relação ao horário oficial de Brasília, a competição começará na noite desta sexta-feira, dia 4, e terminará na madrugada de domingo, dia 6.
 
O Brasil será representado na competição da IAAF por cinco atletas, todos os índices exigidos pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF).
 
Erica Rocha de Sena é o principal nome brasileiro no Mundial. Ela disputa os 20 km, a partir das 05:30 da manhã deste sábado, dia 5. A pernambucana participou de um Camping de Treinamento de um mês, em Sant Cugat del Vallè, na Espanha.
 
“O camping foi excelente. Pude fazer treinos mais rápidos dos que a altitude de Cuenca, no Equador, me permite”, disse a marchadora, referindo-se à cidade em que vive com o marido e técnico Andrés Chocho.
 
“Na China, quero competir bem porque estou preparada e só espero que seja um dia bom para brigar lá na frente”, completou Erica, que na edição anterior do Mundial de Marcha ganhou a medalha de bronze, em Roma, na Itália, em 2016.
 
Campeã do Circuito Mundial de Marcha da IAAF em 2017, Erica foi a quarta colocada no Mundial de Atletismo de Londres 2017, sétima na Olimpíada do Rio 2016 e sexta no Mundial de Pequim 2015. No Pan 2015, em Toronto, ganhou prata.
 
Este ano, a atleta do IVCL Orcampi ganhou o Sul-Americano de Marcha Atlética disputado em Sucúa do Equador e a medalha de prata no Memorial Jerzy Hausleber, etapa da IAAF Race Walking Challenge 2018, no México.
 
A primeira brasileira a entrar no circuito de 2 km, com largada e chegada em frente ao Museu da Cidade, será a catarinense Nair da Rosa (AABLU), na disputa dos 50 km, às 21 horas desta sexta-feira (horário de Brasília).
 
Nair, orientada por Sergio Galdino – treinador da Seleção na China –, é a recordista brasileira da prova, com 4:38:48, marca obtida na conquista da medalha de bronze no Sul-Americano de Sucúa, no Equador, em março passado. Ela ficou em quinto lugar no ano passado no Mundial de Londres.
 
Na sequência é a vez do catarinense Matheus Gabriel Correa (AABLU) disputar os 10 km Sub-20, às 04:30 de sábado. Aos 18 anos, Matheus é considerado um dos atletas de maior potencial na marcha atlética brasileira.
 
Moacir Zimmermann (AABLU) e José Alessandro Bernardo Bagio (FME Timbó) disputam os 20 km a partir das 23:10 de sábado. Os dois atletas são bastante experientes.
 
Este ano, Moacir foi vice-campeão da Copa Brasil Caixa de Marcha Atlética, em Sobradinho (DF), com 1:30:23, enquanto Bagio lidera o Ranking Brasileiro da prova, com 1:23:23. Bagio, aliás, foi o 13º na Olimpíada de 2008, por coincidência disputada na China (em Pequim).
 
Caio Bonfim (CASO), medalha de bronze nos 20 km no Mundial de Londres, no ano passado, pediu dispensa da delegação para tratar de uma lesão no pé.
 
“Estamos torcendo para os brasileiros conseguirem os seus melhores resultados. A marcha atlética tem evoluído bastante e temos acompanhado de perto o desempenho dos atletas”, comentou Warlindo Carneiro da Silva Filho, presidente da CBAt.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook