Almir Junior vence o triplo em Guadalupe e é o terceiro do mundo

Almir Junior conquista outra medalha de ouro / Foto: Fernando Reis/CBAtAlmir Junior conquista outra medalha de ouro / Foto: Fernando Reis/CBAt

São Paulo – Mais um grande resultado obteve o brasileiro Almir Cunha dos Santos na temporada. No Meeting de Guadalupe, na noite deste sábado, dia 12, ele conquistou a medalha de ouro no triplo com um salto de 17,53 m e vento de 0.3 m/s.
 
Além de recorde pessoal, Almir Junior, como é conhecido na comunidade atlética, alcançou o terceiro lugar no Ranking Mundial. Almir fica atrás apenas do cubano naturalizado português Pedro Pichardo, que tem 17,95 m, e do norte-americano Christian Taylor, com 17,81 m.
 
Por sinal, Pichardo foi o terceiro colocado em Guadalupe, com 17,40 m, mesma marca do segundo colocado, Will Claye (Estados Unidos). Claye, em março deste ano, foi campeão do Mundial Indoor em Birmingham, na Grã-Bretanha, com 17,43 m. Na ocasião, Almir Junior ganhou prata e ficou a dois centímetros do vencedor.
 
Foi a primeira vez que Almir saltou acima de 17 metros ao ar livre. Ele já era líder do Ranking Brasileiro da temporada, com 16,96 m, marca alcançada em Porto Alegre, a cidade onde mora e compete pela Sogipa, treinando com José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca.
 
Almir Junior marcou outra proeza em Guadalupe. Com o salto de 17,53 m, ele agora é o terceiro melhor triplista da história do Atletismo nacional. Fica atrás apenas de Jadel Gregório, que tem 17,90 m, e de João Carlos de Oliveira, o João do Pulo, que tem 17,89 m.
 
Em Guadalupe, o Brasil teve, ainda, outros dois atletas no pódio: Talles Frederico Souza Silva (Pinheiros), treinado por Kiyoshi Takahashi, foi o segundo com 2,22 m no salto em altura. Tiago Silva (Pinheiros), treinado por Tânia Moura, foi o terceiro no salto em distância, com 7,14 m.
 
“Parabéns ao Almir por mais esta conquista para o Brasil”, comemorou o presidente da CBAt, Warlindo Carneiro da Silva Filho. “O Almir é jovem e pode competir por muitos anos, em defesa de seu clube e da Seleção Brasileira”, completou Warlindo.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook