Daniel Paiola e Lahaynny Vicente estreiam com vitória na Badmintos Cup

Disputa da chave principal da competição no Club Athletico Paulistano teve início nesta quinta-feira. Disputa prossegue a partir das 10h desta sexta / Foto: João Pires/FotojumpDisputa da chave principal da competição no Club Athletico Paulistano teve início nesta quinta-feira. Disputa prossegue a partir das 10h desta sexta / Foto: João Pires/Fotojump

São Paulo - Daniel Paiola e Lohaynny Vicente começaram bem a disputa da 31ª Brazil International Badminton Cup, no Club Athletico Paulistano, em São Paulo (SP). Nesta quinta-feira (dia 10), os dois atletas da Seleção Brasileira estrearam com vitória na competição e seguem na briga por importantes pontos no ranking da Federação Mundial de Badminton (BWF).
 
É por ele que serão definidos os atletas que vão disputar os Jogos Olímpicos Rio 2016. A janela de classificação fecha no dia 1º de maio. A competição em São Paulo prossegue nesta sexta-feira (dia 11) a partir das 10h.
 
Na Seleção Brasileira, as disputas seguem intensas nas chaves de simples masculina e feminina. Por ser o país-sede, o Brasil ganhou a vaga nas duas categorias e disputará pela primeira vez o badminton nos Jogos Olímpicos. Na dupla feminina, a Seleção ainda busca a vaga. 
 
Entre os homens, Paiola (106º) derrotou o belga Maxime Moreels (114º), por 2 sets a 1, parciais de 14-21, 21-8 e 21-15. Nas oitavas de final, o brasileiro terá pela frente um velho conhecido: o austríaco David Obernosterer (73º). Os dois se encontraram na primeira rodada no Mundial, ano passado, e Paiola venceu.
 
"No primeiro set senti a falta de ritmo pois não jogava uma partida em nível internacional há dois meses e meio por conta de lesões. Mas fiquei feliz por ter me recuperado e conseguido a vitória. O próximo jogo será uma batalha", disse o brasileiro, que enfrentará o austríaco a partir das 12h.
 
Adversário de Paiola pela vaga olímpica brasileira e atual campeão do torneio, Ygor Coelho (70º) acabou eliminado na estreia. Ele perdeu para o austríaco Luka Wraber (74º), por 2 sets a 1, parciais de 18-21, 21-17 e 18-21.
 
Uma surpresa na primeira rodada foi a derrota do americano Howard Shu (64º), bronze em Jogos Pan-Americanos, para Lino Muñoz (85º), por 2 sets a 1, parciais de 5-21, 21-16 e 15-21. A vitória fez o mexicano dar um importante passo rumo à classificação para os Jogos Olímpicos.
 
"A estreia é sempre difícil, o jogador fica nervoso e tenso. Sabia que seria um jogo complicado, sempre temos confrontos equilibrados. Minha partida na sexta-feira é de suma importância. Se vencer, estarei muito próximo dos Jogos. Mas procuro não pensar nisso, somente jogo a jogo. A Olimpíada é um sonho desde que comecei a jogar badminton", afirmou Muñoz, que irá enfrentar o lituano Kestutis Navickas (94º) nas oitavas de final.
 
Na chave feminina, Lohaynny (54ª) não teve dificuldade para derrotar a compatriota Estefane Ventura (536ª), por 2 sets a 0, parciais de 21-1 e 21-7. Nas oitavas de final, a brasileira encara a francesa Delphine Lansac (75ª), às 13h. Adversária de Lohaynny pela vaga olímpica, Fabiana Silva (73ª) ficou de bye na primeira rodada. Sua rival nas oitavas será a portuguesa Telma Santos (76ª). 
 
Cabeça de chave um, a americana Iris Wang (33ª) também venceu na estreia. Ela passou pela turca Ozge Bayrak (65ª), por 2 sets a 0, parciais de 21-18 e 21-10. Sua próxima adversária será a peruana Daniela Macias (108ª). Atual campeã do torneio, a húngara Laura Sarosi (70ª) derrotou a brasileira Mariana Pedrol Freitas (742ª), por 2 sets a 0, parciais de 21-11 e 21-6. Sua próxima adversária será a turca Neslihan Yigit (72ª).
 
Nas duplas, as principais parcerias estreiam somente nesta sexta-feira. Entre os homens, estão os poloneses Adam Cwalina e Przemyslaw Wacha (28º) e os americanos Phillip Chew e Sattawat Pongnairat (38º). Na chave feminina, destaque para as americanas Eva Lee e Paula Lynn Obanana (27ª), as turcas Ozge Bayrak e Neslihan Yigit (39ª) e as brasileiras Lohaynny e Luana Vicente (42ª). Nas mistas, os nomes fortes são os americanos Phillip Chew e Jamie Subandhi (24º), os canadenses Toby Ng e Alex Bruce (33º) e os australianos Robin Middleton e Leanne Cho (39º).
 
A 31ª Brazil International Badminton Cup concede 4 mil pontos no ranking para o campeão. O vice fica com 3.400. Alcançar a semifinal garante 2.800 pontos. Já as quartas de final valem 2.200.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook