China leva o último ouro do badminton nos Jogos

Na final individual masculina, Chen Long venceu o malásio Chong Wei Lee, que levou sua terceira prata / Foto: Sean M. Haffey/Getty ImagesNa final individual masculina, Chen Long venceu o malásio Chong Wei Lee, que levou sua terceira prata / Foto: Sean M. Haffey/Getty Images

Rio de Janeiro - A China teve sua participação Olímpica mais discreta no badminton nos últimos 20 anos – levou apenas três medalhas -, mas o último ouro dos Jogos Rio 2016 foi para os asiáticos. Bicampeão mundial, Chen Long venceu o torneio individual masculino e colocou a bandeira do país no topo do pódio no encerramento do calendário de competições no Pavilhão 4 do Riocentro. 
 
Na decisão, Long venceu o malásio Chong Wei Lee por 2 sets a 0, com duplo 21/18. Foi a segunda medalha do chinês de 27 anos, que ganhou o bronze em Londres 2012. Já para Lee, a derrota na final significou a terceira prata consecutiva nos Jogos. 
 
“A equipe chinesa estava sob muita pressão nos Jogos desta vez e fico feliz por ter ajudado. Poucos atletas conseguem participar dos Jogos Olímpicos e me sinto muito feliz por ter conquistado o ouro”, comentou Long.
 
Dinamarquês vence bicampeão pelo bronze - Na disputa pelo bronze, o dinamarquês Viktor Axelsen surpreendeu o chinês Lin Dan, bicampeão Olímpico individual, e garantiu o terceiro posto no pódio. O europeu venceu por 2 seta a 1 (15/21, 21/10 e 21/17). 
 
“Estou muito feliz. Sabia que seria um jogo duro contra ele. Ele vinha de um jogo duro na semifinal e acreditei que ele poderia estar um pouco cansado, mas gostei muito do meu próprio desempenho”, comentou Axelsen.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook