Família real espanhola já disputou Jogos Olímpicos

A família real da Espanha (da esq. para a dir.): Felipe, Letizia, Sofia, Juan Carlos, Elena, Cristina e Undangarin / Foto: Carlos ÁlvarezA família real da Espanha (da esq. para a dir.): Felipe, Letizia, Sofia, Juan Carlos, Elena, Cristina e Undangarin / Foto: Carlos Álvarez

Rio de Janeiro – Conhecidos por terem no esporte uma de suas grandes paixões, os membros da família real espanhola resolveram que a vela seria uma das modalidades em que eles mais se empenhariam para se destacar. Não à toa, já chegaram a competir em tão alto nível que estiveram nos Jogos Olímpicos.

 
A tradição foi iniciada com a antiga rainha Sofia, que à época ainda era princesa da Grécia e da Dinamarca. Nos Jogos de Roma 1960, a monarca esteve como suplente na embarcação grega que acabou se tornando campeã olímpica.
 
Três edições depois, em Munique 1972, foi a vez do príncipe Juan Carlos, marido de Sofia, integrar a  equipe espanhola, ranqueada apenas em 15ª na antiga classe Dragão. O “prêmio” de Juan Carlos foi mesmo o trono espanhol, o qual assumiu três anos depois.
 
Os filhos do casal foram criados envoltos à vela e, por isso, dois deles não abriram mão de velejar profissionalmente. Cristina e Felipe VI foram tão bem que também estiveram nos Jogos Olímpicos. Ela foi porta-bandeira da Espanha em Seul 1988 e era atleta reserva da classe tornado.
 
Já o filho de Juan Carlos - atualmente rei da Espanha, depois que seu pai abdicou do trono em 2014 - levou a bandeira do país na abertura dos Jogos de Barcelona, em 1992, quando velejou na classe Soling e terminou na sexta posição geral.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook