Brasil conquista três pratas e um bronze no Rio Open

Pela disputa da Copa Brasil a IMEL sagrou-se campeã geral do evento / Foto: DivulgaçãoPela disputa da Copa Brasil a IMEL sagrou-se campeã geral do evento / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - Acabou neste domingo, no Parque Radical de Deodoro, no Rio de Janeiro, o primeiro evento internacional do Canal Rio marcado para acontecer este ano no local. Foram três dias de competições envolvendo mais de 100 canoístas de nove países do mundo que disputaram o Rio Open e a Copa Brasil de Canoagem Slalom 2018.
 
O próximo grande evento que acontece no Parque Radical será o Campeonato Mundial Sênior de Canoagem Slalom, principal competição da modalidade em todo o ano, marcada para o mês de setembro no Rio de Janeiro.
 
Segundo Sebastian Cuattrin, organizador do evento, a realização de mais uma competição internacional no Parque Radical de Deodoro fortalece e mostra a capacidade da Canoagem Brasileira na organização de grandes eventos da Canoagem Slalom no Brasil. "São muitos fatores e muita responsabilidade em organizar e realizar eventos deste porte. Mas o histórico de grandes competições já cumpridas pela Canoagem Brasileira nos últimos anos demonstra estamos bem preparados para receber o Mundial, em setembro, aqui no Rio de Janeiro", ressalta.  
 
Resultados Rio Open - O Rio Open foi um evento internacional disputado simultaneamente à Copa do Brasil, competição também realizada para treinamento e aprimoramento técnico para o Mundial deste ano. Destaque para os medalhistas brasileiros Ana Sátila com duas pratas (C1 e K1 Femininos), Felipe Borges com a prata no C1 Masculino, e Pedro Henrique Gonçalves com o bronze no K1 Masculino.
 
No C1 Feminino a campeã foi a austríaca Viktoria Wolffhardt (97.98), com a brasileira Ana Sátila (99.57) em segundo lugar e a neozelandesa Luuka Jones (101.45) na terceira colocação.
 
No C1 Masculino o ouro ficou com o tcheco Michal Jane (85.99), a prata com o brasileiro Felipe Borges (87.96) e o bronze com o argentino Sebastian Rossi (88.69). "É uma competição muito importante para sabermos como está nosso nível em relação aos atletas internacionais já pensando no Mundial. Quero agradecer pela torcida e vamos treinar muito mais", disse Felipe.
 
Nas disputas do caiaque Ana Sátila garantiu mais uma prata (92.60), mas agora no K1 Feminino em prova vencida pela austríaca Corinna Kuhnle (92.18). O bronze ficou com a tcheca Katerina Kudejova (92.96).  "Estou contente com minha evolução na canoagem. Acho que essas duas pratas foram muito importantes para a Canoagem Brasileira e representa uma motivação para continuar forte e conquistar o ouro. No Mundial virei com tudo", disse Ana.
 
No K1 Masculino o brasileiro Pedro Henrique "Pepe" Gonçalves (80.90) remou forte e terminou com o bronze. A prata ficou com polonês Dariusz Popiela (80.23) e o ouro com o tcheco Ondrej Tunka (80.04).
 
"Foi nossa primeira prova nessa temporada. Foi a minha melhor descida até hoje (no Canal Rio), mas infelizmente toquei a pontinha do barco na baliza número 19, mas mesmo assim garanti a 3ª colocação", explicou Pepe que completou "Nos Jogos Olímpicos competimos igual aos outros países, mas agora não, temos essa casa aqui, um paraíso, é motivador remar nesse local".
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook