Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto unifica títulos do Ranking Nacional de Estrada

Time comandado por Marcelo Donnabella somou dos 2,8 mil pontos e, mais de mil à frente do segundo colocado, viu Rodrigo do Nascimento campeão no Ranking Individual / Foto: Martinez Comunicação Time comandado por Marcelo Donnabella somou dos 2,8 mil pontos e, mais de mil à frente do segundo colocado, viu Rodrigo do Nascimento campeão no Ranking Individual / Foto: Martinez Comunicação

São Paulo - A vitoriosa temporada de 2017 acabou para a Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde/Klabin/SME) com um fato inédito. Embora tenha garantido a conquista do importante título de campeã do Ranking Nacional de Estrada da CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) em duas oportunidades (2012 e 2013) e repetido a dose neste ano, o time agora conseguiu, pela primeira vez em sua história, unificar os títulos coletivo e individual: Rodrigo do Nascimento, maior medalhista de Brasileiros da atualidade, encerra o brilhante ano como o principal ciclista do País no mesmo ranking.
Na lista por equipes, com 2.826 pontos, o plantel ribeirãopretano ficou mais de mil à frente de São José dos Campos, segunda colocada com 1.723. Macapá terminou na terceira posição, com 1.690. O time comandado pelo técnico Marcelo Donnabella, vencedor também nos anos de 2012 e 2013, celebrará o tricampeonato e também o sexto não consecutivo como top-3 do País: Além dos títulos, foi vice-campeão em 2014 e 2016 e terceiro colocado em 2015.
 
Na lista por atletas, Nascimento faturou o título com 605 pontos, cinco à frente do vice, Elton Pedroso, da Memorial Santos. A partir daí, mais um show de Ribeirão: além de Nascimento, outros quatro atletas no top-10 da temporada: Cristian Egídio em terceiro (597 pontos), Alan Maniezzo em quarto (575 pontos), Maurício Knapp em sexto (514) e Rodrigo Melo em nono (427).
 
“A palavra-chave para conseguir ir bem no Ranking Nacional é ‘regularidade’. E nós conseguimos fazer isso muito bem neste ano. Não apenas disputamos provas, mas conseguimos muitas vitórias e pódios. Estamos em um momento muito bom, fizemos uma temporada excelente e estamos satisfeitos com essa conquista”, comenta o técnico Marcelo Donnabella.
 
“Uma temporada vitoriosa coroada com um título importante e de peso. O tricampeonato é resultado de muito esforço dos atletas, da comissão técnica e também de todos os parceiros e patrocinadores que apoiam muito para que esse projeto seja possível. Além disso, pela primeira vez vamos unificar os títulos de Equipe e Individual, já que o Rodrigo do Nascimento também é o grande campeão do ranking na temporada. Estamos muito orgulhosos!”, celebrou o coordenador da Equipe, Danilo Terra.
 
A temporada - Presente nas principais competições do País e também representando o Brasil na Volta do Uruguai, os atletas colecionaram vitórias e pódios. Foram 15 títulos individuais e também por Equipes. Entre os quais da Volta de Goiás, da Volta 21 de Abril, da Volta Internacional do Grande ABCD, da Prova Ciclística Subida do Morro da Cruz, da Taça Cidade de Vitória, da Prova Ciclística de São Salvador, entre outras.
 
Resultados expressivos também no Campeonato Brasileiro deste ano. A Equipe sagrou-se vice-campeã e também foi terceira colocada no Contrarrelógio com Cristian Egídio e Maurício Knapp, respectivamente, e voltou a assistir um pódio de Rodrigo do Nascimento. Desta vez, como vice-campeão de Estrada.
 
Além de Nascimento, outro destaque de 2017 foi Cristian Egídio. Ele provou, no ano de seu retorno ao time, ser um dos mais versáteis atletas do País: além de ajudar o elenco em diversas conquistas na Estrada, faturou títulos em outros tipos de provas e terrenos. Em junho, ao sagrar-se campeão da Maratona 100km dos Canaviais (prova considerada como Mountain Bike Maratona, pois tem percurso feito por estradões de terra, às vezes trilhas, com mais de duas horas de duração e circuitos longos), fez a “trinca” na temporada. Cravou conquistas em três diferentes estilos dentro da modalidade: Mountain Bike, Estrada e Pista.
 
Antes de ganhar em Jardinópolis, o ribeirão-pretano havia vencido a Prova Ciclística 21 de Abril, em Minas Gerais (categoria Estrada) e a Omnium do Velódromo Internacional do Rio de Janeiro (ciclismo de Pista) no dia 28 de maio. Ele também foi campeão do GP Cidade de Curitiba, do GP Sesc de Sorocaba e da Omnium 1º Meeting Internacional de Pista em Caieiras.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Curta - EA no Facebook