Decisão da Suzuki Jimny começa com regata "Volta à Ilhabela"

Chroma venceu a Volta à Ilhabela em 2012 / Foto: Aline Bassi / BalaioChroma venceu a Volta à Ilhabela em 2012 / Foto: Aline Bassi / Balaio

Rio de Janeiro - O Yacht Club de Ilhabela (YCI) divulgou nesta semana o Aviso de Regata para a quarta e decisiva etapa da Copa Suzuki Jimny. As tripulações retornam ao litoral norte de São Paulo no último final de semana de novembro e no primeiro do mês de dezembro para a definição dos campeões da temporada nas classes ORC, HPE, IRC, C30 e RGS.

A competição, uma das principais da vela oceânica brasileira, será retomada no dia 30 de novembro, com a regata "Volta à Ilha", disputada desde 2002 em homenagem ao velejador neozelandês Sir Peter Blake, que inclusive correu a regata e entregou a premiação no ano anterior, meses antes de ser assassinado por piratas na Amazônia. Em expedição pela costa brasileira a bordo do veleiro Seamaster, o campeão da America’s Cup visitou o YCI antes de seguir para a região Norte. 
 
Em 2012, o Fita Azul da regata "Volta à Ilha - Sir Peter Blake", válida pela 12ª edição da Copa Suzuki Jimny, foi o veleiro Lexus/Chroma, de Santos, com o tempo de 9h51m05, seguido pelo Loyal, com o Montecristo em terceiro lugar no tempo real. A regata larga tradicionalmente na Ponta das Canas, extremo norte de Ilhabela, com chegada prevista na Ponta da Sela, ao sul, em um percurso de 38 milhas (70 km).
 
"Conversando com o ex-diretor de Vela do YCI, José Nolasco, na varanda do clube depois de alguns brindes, tive a ideia de darmos a volta na ilha competindo. O Nolasco topou e assim foi criada a regata. É uma das minhas preferidas. Já participei de várias e neste ano pretendo correr com o Kalu (atual diretor de Vela e comandante do Orson/Mapfre)", revela o velejador Alberto Gaidys, coordenador do Comitê Organizador da Semana de Vela de Ilhabela.
 
"Essa regata é muito tática. Como é preciso contornar a ilha, em algum momento haverá uma sombra de vento, é inevitável. E quando você fica boiando, vai ter de pensar muito para saber como sair do lugar. Há alguns anos estava correndo no Kawabunga, ao sul da ilha numa situação dessas. Muita gente já havia desistido. Persistimos e fomos presenteados por um cardume de golfinhos, bem ao lado do nosso barco enquanto contemplávamos um maravilhoso por do sol. Valeu a regata!", recorda Gaidys. 
 
Depois da "Volta à Ilha - Sir Peter Blake", a Copa Suzuki Jimny terá mais três dias de regatas no encerramento da temporada: 1º, 7 e 8 de dezembro. O Yacht Club de Ilhabela deverá receber novamente mais de 40 tripulações. As inscrições serão feitas nos dias 29 (18h às 21h) e 30 de novembro (8h às 11h) na secretaria do evento no YCI, no valor de R$ 80,00 por tripulante. Os velejadores mirins estão isentos de taxa.
 
Resultados acumulados após três etapas (considerando-se os descartes) 
 
ORC 
1º - Tangaroa (James Bellini) - 11 pontos perdidos 
2º - Lexus/Chroma (Luiz de Crescenzo) - 17 pp 
3º - Orson/Mapfre (Carlos Eduardo S. Silva) - 27 pp 
 
C30 
1º - Loyal (Marcelo Massa) - 14 pp 
2º - Barracuda (Humberto Diniz) - 27 pp 
3º - Caballo Loco (Mauro Dottori) - 39 pp
 
HPE 
1º - Relaxa/Next Caixa (Tomas Mangabeira) - 33 pp 
2º - Ginga (Breno Chvaicer) - 41 pp 
3º - SER Glass (Marcelo Bellotti) - 50 pp
 
RGS A 
1º - Jazz (Valéria Ravani) - 14 pp 
2º - Urca/BL3 (Pedro Rodrigues) - 31pp 
3º - Maria Preta (Alberto Barreti) - 34 pp 
 
RGS B 
1º - Asbar II (Sergio Klepacz) - 12,5 pp 
2º - Suduca (Marcelo Claro) - 18 pp 
3º - Kanibal (Martin Bonato) - 22,5 pp 
 
RGS C
1º - Rainha (Leonardo Pacheco) - 11 pp
2º - Ariel (Andreas Kugler) - 20 pp
 
RGS Cruiser 
1º - Boccalupo (Claudio Melaragno) - 12 pp 
2º - Cocoon (Luiz Caggiano) - 19 pp 
3º - Brazuca (José Rubens Bueno) - 28 pp 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook