24ª São Silvestrinha conquista jovens ao brincar de correr

Prova foi um sucesso mais uma vez, reunindo cerca de mil corredores, e teve estreia de nova categoria (17 anos) / Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressProva foi um sucesso mais uma vez, reunindo cerca de mil corredores, e teve estreia de nova categoria (17 anos) / Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

São Paulo – A São Silvestrinha completou, neste sábado (16), sua 24ª edição. A prova destinada a crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos cumpriu mais uma vez seu objetivo de incentivar a prática esportiva entre os jovens, reunindo cerca de mil atletas de vários estados. Ao fazer brincar de correr, o evento ainda colabora com a renovação do esporte. A alegria dos jovens ao participar das baterias de 50 a 800 metros, confirmou o sucesso do projeto que já revelou destaques como Franck Caldeira, vencedor da São Silvestre em 2006 e medalha de ouro no Pan de 2007.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Além de revelar talentos há mais de duas décadas, a São Silvestrinha proporciona aos pequenos, de maneira lúdica, uma corrida com distâncias especialmente determinadas para cada uma das idades.  Com isso, além do benefício da prática esportiva, amplia-se a base do esporte no país.
 
A pista de atletismo do Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera, em São Paulo, foi mais uma vez o palco para a competição idealizada pelo superintendente da Gazeta Esportiva, Júlio Deodoro de Souza, Desde cedo, atletas de várias parte do país foram chegando, todos com a ansiedade natural de participar do da prova.
 
Neste ano, a São SIlvestrinha apresentou uma novidade, incuindo a categoria 17 anos. Com isso, competidores mais acostumados às provas também puderam participar. Curiosamente, os primeiros vencedores da categoria já são “veteranos”.  
 
No masculino, Isaque da Silva, terceiro colocado em 2016, desta vez garantiu o topo do pódio. “Foi minha segunda participação na São SIlvestrinha. No ano passado terminei em terceiro, mas desta vez, fui campeão”, destacou o atleta do São Paulo Futebol Clube. “Não foi fácil, mas estou feliz porque deu tudo certo”, finalizou.
 
Já no feminino, as  irmãs Janini Rodrigues de Oliveira e Jasmine Rodrigues de Oliveira briharam, conquistando o primeiro e o terceiro lugares, respectivamente. Ambas já disputaram várias edições da São Silvestrinha e se despediram da competição com um grande desempenho.  “Foi nossa última São Silvestrinha e conseguimos fechar com chave de ouro. Era nosso principal objetivo e saímos vitoriosas”, destacou a campeã Janini.
 
As 12 categorias válidas e suas distâncias foram as seguintes: a) Categoria 6 anos - 50 metros; b) Categoria 7 anos - 50 metros; c) Categoria 8 anos - 60 metros; d) Categoria 9 anos - 60 metros; e) Categoria 10 anos - 80 metros; f) Categoria 11 anos - 80 metros; g) Categoria 12 anos - 100 metros; h) Categoria 13 anos - 100 metros; i) Categoria 14 anos - 600 metros; j) Categoria 15 anos - 600 metros; k) Categoria 16 anos - 600 metros e l) Categoria; 17 anos - 800 metros.
 
 
Vencedores das principais categorias da São Silvestrinha:
 
 
Feminino:
 
14 anos – Aylana Ferreira Cezar – A.D. Centro Olímpico
 
15 anos –Camily Temporine Alves da Rocha – Projeto Artevida
 
16 anos – Gisele da Silva Souza – Instituto Criança Cidadã
 
17 anos – Janini Rodrigues de Oliveira – CME Tremembé
 
 
Masculino:
 
14 anos – Vinicius Machado Salvadego – equipe não informada
 
15 anos – Robson Eduardo da Silva – Prefeitura Municipal de Poços de Caldas
 
16 anos – Davi Pereira Dantas – Instituto Criança Cidadã
 
17 anos – Isaque Silva – São Paulo
 
Veja Também: 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook