Cleber do Carmo é graduado com faixa coral

Cleber é o mais jovem a conquistar esta faixa / Martinez ComunicaçãoCleber é o mais jovem a conquistar esta faixa / Martinez Comunicação

São Paulo - Coordenador técnico da Associação de Judô Corpore Sano/SMERP, Cleber do Carmo recebeu a faixa Kodansha 6º Dan (mais conhecida como faixa coral), entrando para um seleto grupo de judocas brasileiros com tal honraria.
 
A graduação foi concedida pela Federação Paulista de Judô, através de Chico do Judô, presidente de honra da entidade, que realizou a entrega na reunião de início do ano entre as entidades que compõem a 12ª delegacia da Mogiana, do estado de São Paulo. Para se ter uma ideia do feito, Cleber é apenas o 6º judoca da região de Ribeirão Preto a conquistar tal honraria, e além disso é o mais jovem dentre eles.
 
“Antes de mais nada me pegaram de surpresa. Hoje consegui chegar até aqui, mas claro que não é o final e quero ir mais além. Mas todo judoca almeja chegar a faixa coral. Meu sentimento é de hoje começar uma nova caminhada, e como Kodansha, quero ser cada vez mais um bom professor para cada aluno, um exemplo para eles e que isso se reflita no sucesso cada vez maior dos projetos para os nossos judocas”, disse o Sensei.
 
Kodansha - Ser Kodansha no judô é como conquistar um “Doutorado” na modalidade. É algo raro e de mérito para aqueles que possuem um conhecimento técnico, filosófico e mental acima da média. É um conhecedor da arte e dos fundamentos do esporte. Um líder natural, respeitado e admirado por todos.
 
Além disso, como uma arte oriunda do Japão, o judoca honrado com a faixa coral é considerado “shihan” (mestre) e representa um modelo a ser seguido devido a sua dedicação, persistência, caráter, honra, honestidade e sabedoria. Ele nada mais é que um título de alta graduação específico do Judô criado pelo Kodokan, que é a primeira e mais tradicional escola de judô do mundo.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook