Entrevistas

Panizo: Hoje o ciclismo é tudo para mim !

Panizo: Hoje o ciclismo é tudo para mim !

Gregolry Panizo conversou com a Confederação Brasileira de Ciclismo e contou tudo sobre a sua vitória na competição mais importante do calendário nacional o “Tour do Brasil”. Panizo iniciou sua carreira no ciclismo em 2002, com as primeiras pedaladas no Mountain Bike, o tempo foi passando e o gosto pelo ciclismo de estrada foi logo aparecendo na vida do atleta, assumindo a categoria em 2004.

Iniciou correndo por Maringá nesta primeira temporada e observou que teria chances reais de vencer as competições, com esta intenção em 2005 foi transferido para defender Londrina quando já participou de algumas voltas importantes, em 2006 foi chamado para integrar seu atual time Dataro onde esta até hoje.

“O ciclismo hoje é tudo pra mim, dependo dele para me sustentar, então me empenho 100% para conseguir bons resultados” comentou.

CBC: Como foi cruzar a linha de chegada na última etapa da Volta de São Paulo/Tour do Brasil se tornando o primeiro bicampeão da competição?

Panizo: É uma sensação ótima, sempre treinei duro para obter bons resultados e esse bicampeonato foi mais uma prova da minha dedicação, naquele momento passa tudo pela sua cabeça, os treinos, a dedicação em dormir cedo, cuidar da alimentação o que não é fácil entre várias outras coisas.

CBC: Qual foi a sua sensação quando teve o pneu furado na etapa de contra relógio, etapa que seria primordial para a disputa do titulo do Tour do Brasil?

Panizo: Fiquei muito nervoso e decepcionado na hora, sabia que iria perder segundos cruciais na briga pelo titulo, já estava com atraso de um minuto e acabei levando mais naquele momento, então imaginei que não daria mais pra brigar pelo titulo, mas graças a deus acabou dando tudo certo e consegui tirar esse tempo na etapa de Campos do Jordão e acabei ficando com 54 segundos de vantagem sobre o segundo colocado.

CBC: O Brasil a cada ano vem mostrando uma grande evolução no ciclismo, em todas suas  modalidades, na sua opinião o que ainda falta para o Brasil se tornar uma grande potencia nesse esporte?

Panizo: Falta investimento, não que não tenha, mas tínhamos que ter mais empresários querendo investir no esporte e para isso acontecer teríamos que ter mais divulgação, muito mais mídia e marketing, precisamos também de mais provas estilo voltas, para que possamos melhorar nosso ritmo de competição e poder competir provas internacionais com reais chances de vitória.

CBC: A Confederação Brasileira de Ciclismo vem inserindo o ciclismo na sociedade não só como esporte, mas também como qualidade de vida e meio de transporte, tentando transformar a modalidade em um esporte popular como o futebol, prova destas ações é a introdução da modalidade em novelas e reportagens em vários veículos de comunicação de grande importância em nosso país, você acha que estas atitudes são fundamentais para a popularidade do ciclismo?

Panizo: Sem duvida nenhuma a mídia é um fator importantíssimo para esta popularidade acontecer, pode reparar que o sonho de toda criança é ganhar uma bicicleta e uma bola, mas quando o tempo passa todos percebem que o futebol é muito mais popular, então acaba deixando a bike de lado, tomara que a mídia ajude a popularizar o ciclismo assim as pessoas vão se interessar mais pelo nosso esporte.

CBC: Sua atual equipe Dataro freqüentemente viaja para outras cidades em busca de bons resultados, procurando pontuar no ranking nacional, na sua opinião esta faltando mais competições oficiais na região sul do Brasil?

Panizo: Sim claro, O estado do Paraná é muito grande e hoje somos a única equipe profissional do estado, então falta investimento não só para a estrutura dos atletas mas também para a criação de novas competições.

CBC: Após a vitória na Volta de São Paulo / Tour do Brasil você chegou a ser procurado por outras equipes? Já decidiu em qual equipe vai disputar a temporada 2011?

Panizo: Sim, recebi várias propostas e não tem nada certo ainda, tudo esta sendo analisado.

CBC: Como é a sua relação hoje com o técnico Hernandes e com seus companheiros de equipe?

Panizo: Tenho uma relação muito boa com ele e com meus companheiros, nossa equipe é muito unida, sempre estou dando risada com eles, só tem comediante na equipe e isso é muito bom, tira um pouco aquele stress de corrida.

CBC: Quais serão seus principais objetivos em 2011? Ainda pensa em competir na Europa?

Panizo: Pretendo correr todas as voltas que tem no Brasil e claro sempre visando a Volta de São Paulo, onde tentarei mais uma vitória. Competir na Europa é o sonho de qualquer ciclista, penso sim, mas sei que meu tempo esta se esgotando, mas também sei que nada é impossível é só ter fé.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook