Lagoa recebe experimentação gratuita de esgrima neste fim de semana

 A brasileira Grabriela Cecchini (à esquerda) enfrenta a japonesa Karin Miyawaki em etapa preliminar dos Jogos Olímpicos da Juventude Nanjing 2014 / Foto: Stanley Chou / Getty Images A brasileira Grabriela Cecchini (à esquerda) enfrenta a japonesa Karin Miyawaki em etapa preliminar dos Jogos Olímpicos da Juventude Nanjing 2014 / Foto: Stanley Chou / Getty Images

Rio de Janeiro - O cenário da Lagoa Rodrigo de Freitas, Zona Sul do Rio de Janeiro, terá um elemento diferente neste fim de semana. Na altura do Corte de Cantagalo, não muito longe do pedalinho, a quadra de beisebol irá oferecer uma experimentação de esgrima – ou “luta de espada”, como provavelmente o evento ficará popularmente conhecido pelas famílias que comparecerem. O “Esgrima na Lagoa” – sábado e domingo, das 10h às 13h, de graça – serve de aquecimento para o Grand Prix de Espada Masculina e Feminina, que acontecerá entre os dias 22 e 24 de maio na Escola de Educação Física do Exército, na Urca.
 
O evento na Lagoa terá lutas de demonstração das três armas que compõem a esgrima – florete, espada e sabre – e momentos para o público experimentar o esporte, que estará presente nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 – neste último caso, com os atletas competindo em cadeira de rodas. Sob a responsabilidade da Federação Internacional de Esgrima e com o apoio da Confederação Brasileira do esporte, o evento terá como instrutores os esgrimistas nº 1 no ranking nacional da espada: Amanda Simeão, entre as mulheres, e Athos Schwantes, entre os homens. Crianças são especialmente bem-vindas, sem necessidade de roupas especiais; a única recomendação é para o uso de tênis.
 
Já o Grand Prix, no fim de semana seguinte e também com entrada gratuita, será a oitava etapa do GP Series da Federação Internacional. Com nove etapas distribuídas por todos os continentes e incluindo competições das três armas, o GP Series é o segundo maior evento de esgrima do mundo, perdendo apenas para o Campeonato Mundial. Caberá ao Rio de Janeiro receber as competições de espada individual de ambos os gêneros; a final masculina acontece no sábado (23) e a final feminina, no domingo (24). São esperados cerca de 400 atletas – entre eles o atual campeão Olímpico da espada, o venezuelano Ruben Limardo – de mais de 50 países.
 
O Comitê Rio 2016 terá observadores e funcionários voluntários em ação no Grand Prix, visitando as instalações de competição e conhecendo a dinâmica do torneio.
 
Esporte ainda pouco praticado pelos brasileiros, a esgrima vai aos poucos se tornando conhecida por aqui. Em sua última passagem pelo Rio de Janeiro, em março, o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach – medalha de ouro no florete em Montreal 1976 – relembrou seu tempo de atleta treinando com crianças de um projeto social na Tijuca, Zona Norte da cidade.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook