Brasil não avança no florete individual feminino

Depois de vencerem na primeira rodada, Tais Rochel e Bia Bulcão são superadas por adversárias russas / Foto: Alexandre BittencourtDepois de vencerem na primeira rodada, Tais Rochel e Bia Bulcão são superadas por adversárias russas / Foto: Alexandre Bittencourt

Rio de Janeiro - A esgrima brasileira não conseguiu avançar nas disputas do florete individual feminino. Nos duelos realizados na manhã desta quarta-feira, dia 10 de agosto, na Arena Carioca 3, Tais Rochel e Bia Bulcão venceram suas primeiras adversárias, mas acabaram eliminadas na segunda rodada do torneio por atletas da Rússia.
 
No primeiro duelo, Tais derrotou a saudita Lubna Alomair por 15 toques a zero. Mas, pelo chaveamento, já teve que encarar a russa Ainda Shanaeva, ex-campeã do mundo e atual quarta colocada no ranking mundial do florete feminino. A brasileira lutou ponto a ponto, mas no final foi superada, após um combate extremamente equilibrado: 15 a 13.
 
"Queria agradecer muito toda a torcida pela força. Já deu para sentir que estamos chegando muito perto do nível mundial. A Nathalie e o Guilherme Toldo fizeram história nestes Jogos e o legado que podemos deixar aqui é exatamente esta evolução da esgrima brasileira. Tem gente hoje que já sabe a diferença entre florete, espada e sabre. Até algum tempo atrás, ninguém sabia o que era esgrima", disse Tais Rochel.
 
Já Bia Bulcão iniciou sua participação com vitória sobre a romena Malina Calugareanu, por 15 toques a 12. Na segunda rodada, a brasileira enfrentou a russa Ianna Deriglazova, segunda colocada no ranking mundial do florete feminino, e acabou derrotada por 15 a 6.
 
"Tive dificuldade com a distância, pois ela estava muito bem preparada. A luta começou equilibrada, só que depois ela abriu vantagem e tive que ir para o ataque. Gostei da experiência olímpica, pena que hoje durou pouco", analisou Bia Bulcão, que também salientou o crescimento da esgrima no Brasil: "Já tem muita gente interessada em conhecer as regras e em praticar a esgrima", completou.
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook