Projeto de formação de atletas reabre para segunda temporada

Estrutura montada no CT Yakult, abrigará este ano 36 jovens talentos brasileiros visando desenvolver atletas e a modalidade no Brasil / Foto: MLBEstrutura montada no CT Yakult, abrigará este ano 36 jovens talentos brasileiros visando desenvolver atletas e a modalidade no Brasil / Foto: MLB

Rio de Janeiro - Após sucesso em 2017, a Major League Baseball (MLB), em parceria com a Confederação Brasileira de Beisebol e Softball (CBBS), reabrem os trabalhos, no dia 29 de janeiro, da Academia Elite MLB Brasil, principal programa de beisebol amador do país, no CT Yakult, localizado na cidade de Ibiúna (SP).

A iniciativa, pioneira no país, marca a segunda temporada consecutiva em que a liga americana terá papel ativo durante todo o ano nas operações da academia de beisebol no CT de Ibiúna, considerado pela própria MLB como um dos melhores do mundo para formação de atletas fora dos Estados Unidos.

“Trata-se da próxima fase da evolução dos programas da MLB no Brasil, sendo uma ótima oportunidade para jovens atletas, entre 13 e 17 anos, aprimorarem suas habilidades como jogadores de beisebol e aprenderem lições que irão ajudá-los dentro e fora de campo. Depois que mais dois brasileiros alcançaram o topo da MLB (Thyago Vieira e Luiz Gohara) e cinco prospectos foram revelados em menos de um ano de academia podemos garantir que o caminho está correto e devemos continuar com a academia.”, afirma Caleb Santos Silva, coordenador internacional de desenvolvimento do jogo da MLB.

ACADEMIA ELITE MLB BRASIL 2018 – O projeto oferece aos 11 atletas aprovados nas últimas seletivas realizadas pela MLB, no meio do ano passado, bolsas de estudos integrais, treinos, alimentação e alojamento no centro de treinamento da confederação. 

Estes novos prospectos do beisebol se juntam a outros 25 atletas aprovados para as categorias de base da seleção brasileira, que também vão morar e treinar em Ibiúna, com bolsas da CBBS e MLB em parceria. A Academia conta com três técnicos estrangeiros da MLB: o panamenho Enrique Burgos (ex-jogador de ligas menores e da MLB), o dominicano Eduardo de Leon, instrutor do programa de desenvolvimento de técnicos da MLB e o venezuelano Richard Paz, técnico com vasta experiência em times da Major League Baseball.

Só em 2017, a Academia Elite MLB Brasil, impulsionou cinco prospectos brasileiros a assinarem contratos profissionais com times da Major League Baseball. Heitor Tokar (arremessador) e Victor Coutinho (defensor de campo externo) assinaram com o Houston Astros, Vitor Watanabe (arremessador) com o Milwaukee Brewers e Christian Pedrol (arremessador), contratado pelo Seattle Mariners, juntaram-se a Eric Pardinho, maior prospecto brasileiro contratado pelo Toronto Blue Jays.

Também neste ano o Brasil viveu seu melhor momento na maior liga de beisebol do mundo, com 4 atletas atuando no topo da modalidade, Yan Gomes (Cleveland Indians), Paulo Orlando (Kansas City Royals), Thyago Vieira (Seattle Mariners) e Luiz Gohara (Atlanta Braves) que se tornou primeiro prospecto a chegar as grandes ligas após ser selecionado, em 2012, na segunda edição do Elite camp.

Vale lembrar que o CT Yakult já foi a casa de dos dois dos três jogadores brasileiros que chegaram ao topo do beisebol mundial. Quando atuavam pelas categorias de base da seleção brasileira André Rienzo, primeiro arremessador brasileiro e segundo atleta do país a atuar na MLB, em 2013 e Paulo Orlando, primeiro atleta do país campeão da Major League, logo no seu ano de estreia, em 2015, residiram no CT.

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook