As garotas sensação dos tatames

Competição multi-sede das Américas anunciou o resultado final, com o brasileiro na primeira posição / Foto: ReproduçãoCompetição multi-sede das Américas anunciou o resultado final, com o brasileiro na primeira posição / Foto: Reprodução

Santa Catarina - Era uma vez, três garotinhas (Vitória Leite, Luisa Klettenberg e Sabrina Bernabeu), que começaram a praticar karate. No começo, a maioria das aulas era lúdica, mas o trio cresceu e foi lapidado pelo professor Vanderlei de Oliveira, da Associação Blumenau de Karate/Ipiranga/Barão/Park Europeu/Promoshirt/Arawaza/FMD Blumenau. O trio cresceu, mostrou talento e ganhou espaço junto ao grupo de rendimento que treina no Clube Ipiranga.
 
Atualmente, as três são titulares da Seleção Brasileira de Karate e cada uma figura dentre as três melhores caratecas das Américas nas suas respectivas categorias. Afinal, foram medalhistas do Campeonato Pan-Americano Sub-14, Cadete, Júnior e Sub-21 disputado entre os dias 23 e 26 de agosto, em Buenos Aires, na Argentina. A equipe blumenauense contou ainda com as participações de Nicole Bauchspiess, na Cadete até 54 quilos e Welton Barbosa, na Sub-21 até 75 quilos
 
Temporada perfeita - Vitória sagrou-se campeã no Kumitê Cadete até 47 quilos e, de quebra, vai buscar o inédito título dos Jogos Sul-Americanos da Juventude, em Santiago, no Chile, entre os dias 26 de setembro e 08 de outubro. Vitória, cujo nome lembra triunfo, segue fazendo uma temporada perfeita. A blumenauense está invicta neste ano, tendo conquistado todos os torneios os quais participou (Seletiva Nacional, Estadual, Sul-Americano e Seletiva para os Jogos Sul-Americanos da Juventude.
 
Faixa marrom, Vitória, de 16 anos, estudante da EBM Adolpho Konder, segue os passos da professora e atleta, Maike de Oliveira, para se tornar titular da Seleção Brasileira Sênior.  “Ela tem talento e dedicação, além de boa técnica”, assinala o treinador Vanderlei
 
Disciplina - Luisa, de 14 anos, prata no Kumitê Sub-14 acima de 45 quilos, marca neste ano, a sua estreia na Seleção, com os golpes certeiros. Além da prata no Pan-Americano, a blumenauense, que estuda na EBM Visconde de Taunay, foi ouro no Sul-Americano. A faixa marrom, que vai defender Blumenau nos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc), é definida pelo treinador como uma atleta comprometida com o karate e determinada.
 
Sabrina, 13 anos, bronze no Kumitê Sub-14 acima de 45 quilos, começou há sete anos na modalidade, no Colégio Sagrada Família, com a professora Maike de Oliveira. Também faixa marrom, a carateca blumenauense faz parte da delegação brasileira pelo segundo ano consecutivo. Em 2016, no Pan-Americano disputado no Equador, Sabrina conquistou a medalha de bronze. “É uma atleta que ainda vai trazer muitas alegrias. Ela tem muita disciplina e acredito em uma trajetória de conquistas”, destaca a professora Maike,
 
Hegemonia - Com 89 atletas, depois de 13 anos, o Brasil volta a ter a hegemonia total nas Américas. No sábado, dia 26 de agosto, a delegação brasileira reconquistou o título de campeã geral do Campeonato Pan-Americano Sub-14, Cadete, Júnior e Sub-21. No total, o Brasil subiu ao pódio 39 vezes, tendo conquistado 12 medalhas de ouro, 10 de prata e 17 de bronze. Estados Unidos ficou em segundo e o México, na terceira colocação no quadro de medalhas.
 
“Hoje, o Brasil é referência da modalidade no Continente Americano, tanto nas categorias de Base, como na Sênior. Vale destacar, que neste ano, o Brasil sagrou-se pentacampeão Sênior e bicampeão de Base do Sul-Americano e tetra do Pan-Americano Sênior. Estes resultados faz com que a comissão técnica trabalhe ainda mais, para que o Brasil figure entre os melhores do mundo da modalidade”, destaca Vanderlei de Oliveira, treinador da Seleção Brasileira de karate.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook