Blumenauense conquista credenciamento de técnico mundial pela WKF

Vanderlei de Oliveira, da Associação Blumenau de karate, passa integrar seleto grupo de treinadores aptos para acompanhar atletas em Mundiais e etapas da Premier League / Foto: Geraldo De Paula/AE/CBKVanderlei de Oliveira, da Associação Blumenau de karate, passa integrar seleto grupo de treinadores aptos para acompanhar atletas em Mundiais e etapas da Premier League / Foto: Geraldo De Paula/AE/CBK

São Paulo - O técnico Vanderlei de Oliveira, da Associação Blumenau de Karate/Ipiranga/Barão/Park Europeu/Promoshirt/Arawaza/FMD Blumenau e da Seleção Brasileira de karate, deu importante passo para sua carreira internacional.
 
Nesta semana, o blumenauense obteve o credenciamento Mundial pela World Karate Federation (WKF), como técnico de Kumitê. Com a aprovação pela entidade máxima mundial da modalidade, Vanderlei se credencia, dentre os poucos do Brasil para acompanhar os atletas da Seleção Brasileira nos principais campeonatos pelo mundo, como Mundial Sênior e etapas da Premier League, principal competição internacional do karate.
 
Vanderlei obteve o título da WKF nível 2, mais importante dos três exigidos pela entidade mundial da modalidade, em Santa Cruz de Tenerife, na Espanha, onde integra a comissão técnica da Confederação Brasileira de Karate (CBK) no Mundial de Base. De acordo com ele, o processo envolveu avaliação com 70 questões voltadas para a modalidade de Kumitê (luta), no qual, a exigência mínima para aprovação, era acerto de 85%.
 
“Essa etapa representa uma conquista na constante busca de aperfeiçoamento como técnico e se torna mais pontual pelo momento pelo qual o karate se passa, em virtude de sua inclusão nos Jogos Olímpicos, já a partir de 2020, em Tóquio”, comemora o treinador blumenauense. Segundo ele, na oportunidade mais de 100 técnicos de 80 países passaram pela avaliação.
 
Crescimento - Ainda de acordo com Vanderlei, a aprovação de seu credenciamento pela WKF veio no momento oportuno, devido a reestruturação pela qual passa a modalidade em nível mundial. “Esse título vai proporcionar mais intercâmbios, adequação a algumas normas de regras e de condutas exigidas pela WKF”, menciona o técnico.
 
“Espero colocar em pratica esse aprendizado proporcionado pela CBK - começando pelo Mundial de Base, em Santa Cruz de Tenerife, na Espanha”, destaca Vanderlei, que ainda tem neste final de temporada vários desafios. Os Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), em Lages e a última etapa do Estadual Ranking A, ambos em novembro. Em dezembro, o compromisso será o Pré-Olímpico Nacional.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook