Time Brasil chega à Vila dos Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018

Atletas de ginástica artística, vela, rugby e badminton foram os primeiros a entrar na Vila / Foto: DivulgaçãoAtletas de ginástica artística, vela, rugby e badminton foram os primeiros a entrar na Vila / Foto: Divulgação

Bolívia - A casa dos atletas nos Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018 vai ganhando as cores do Brasil. Cerca de 80 integrantes do Time Brasil deram entrada na Vila na manhã desta quarta-feira, dia 23, entre eles atletas de ginástica artística, vela, rugby e badminton.
 
Nesta tarde chegam representantes de handebol, karatê e remo. Os Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018 terão início no próximo sábado, dia 26, quando será realizada a cerimônia de abertura do evento.
 
Antes dos atletas, oficiais do Comitê Olímpico do Brasil (COB) chegaram a Cochabamba no último sábado para deixar toda a estrutura dos prédios pronta. “Nosso trabalho tem o objetivo de deixar o espaço do Brasil nas melhores condições para que os atletas treinem e descansem com qualidade e consigam representar o país no melhor nível de performance possível”, disse o chefe da missão do Brasil, Marco La Porta.
 
Um dos primeiros atletas brasileiros a entrar na Vila foi o campeão olímpico Arthur Zanetti, que chegou motivado para sua terceira participação em Jogos Sul-americanos. “O Brasil hoje em dia é um dos principais países do mundo na ginástica artística. Então temos que estar sempre motivados para fazer o melhor nas competições internacionais e manter o nosso nível de apresentação”, disse o medalhista de ouro em Londres 2012 e de prata no Rio 2016, sempre nas argolas.
 
Além de Arthur Zanetti, o time brasileiro de ginástica artística conta com nomes como Jade Barbosa, Flávia Saraiva, Thais Fidelis, Francisco Barreto e Péricles da Silva, entre outros. Ao todo, 12 atletas fazem parte da equipe.
 
Um dos mais animados na entrada da Vila nesta quarta foi o atleta de badminton Ygor Coelho. Com apenas 21 anos, Ygor vive um grande momento após a participação nos Jogos Olímpicos Rio 2016. O carioca é o primeiro colocado do ranking das Américas e o 33º do ranking mundial. Após um período de treinamento na França, Ygor está de malas prontas para a Dinamarca, um dos principais centros da modalidade.
 
O objetivo do atleta em Cochabamba é conquistar sua primeira medalha em uma edição de Jogos, seja Sul-americano, Pan-americano ou Olímpicos. “Eu não fui aos Jogos Pan-americanos de Toronto 2015 e nos Jogos Sul-americanos de Santiago 2014 não teve competição de badminton. Então a minha expectativa aqui é conquistar a medalha de ouro em uma edição de Jogos”, disse o atleta.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook