Pedro Barros voa alto e se classifica em primeiro para a final do Oi Bowl Jam

Atleta detona nos aéreos e mostra que vem forte em busca do tetra no Parque Madureira. Revelação deste ano, Iago Magalhães fica em segundo na semifinal / Foto: AGIFAtleta detona nos aéreos e mostra que vem forte em busca do tetra no Parque Madureira. Revelação deste ano, Iago Magalhães fica em segundo na semifinal / Foto: AGIF

Rio de Janeiro - O segundo dia de competição do Oi Bowl Jam - etapa de abertura do Circuito Mundial da modalidade -, neste sábado, 28/1, foi marcado por uma semifinal de tirar o fôlego. E por manobras que enlouqueceram o público.
 
O tricampeão do torneio, Pedro Barros, voou alto e garantiu o primeiro lugar entre as oito vagas para a final deste domingo, a partir das 10h. Iago Magalhães, revelação desta edição do torneio, também fez uma grande volta e conquistou a segunda colocação entre os 16 atletas que se apresentaram no bowl do Parque Madureira.
 
A semifinal foi composta de duas baterias com oito skatistas em cada. Jaime Mateu (Espanha), Marcos Gabriel, Italo Penarrúbia, Dan Cezar, Rony Gomes, Nilo Peçanha, Josh Borden e Ivan Federico fizeram a primeira. A segunda foi formada por Alan Resende, Caíque Silva, Iago Magalhães, Danny Leon (Espanha), Murilo Peres, Felipe Foguinho, Bob Burnquist e Pedro Barros. Cada atleta teve direito a três voltas de 45 segundos, valendo a melhor delas.
 
Na primeira bateria, Ítalo Penarrúbia foi o melhor colocado, completando uma terceira volta perfeita. Ivan Federico, de apenas 17 anos, por sua vez, deixou os juízes de queixo caído com muita velocidade e manobras ousadas, levantando o público em Madureira.  
 
Quando o locutor anunciou a segunda bateria, a expectativa maior era pelo próprio Pedrinho, além de nomes como Bob Burnquist e Murilo Peres. E a galera não se decepcionou. O hexacampeão mundial de bowl/park e tricampeão do Oi Bowl Jam acelerou na pista e, com seu estilo agressivo, voou alto logo na primeira volta, mostrando que vem forte em busca do tetracampeonato. 
 
"Fiquei amarradão. Este evento sempre surpreende. A galera curte, se diverte muito e volta pra casa com uma experiência positiva. Minha expectativa para amanhã é de que vejamos um nível ainda maior. Todos vão jogar tudo o que podem, e eu também vou dar o meu melhor. Hoje fiz uma volta boa, mas quero melhorá-la", comentou Pedro Barros, que anotou 93.33 em sua melhor apresentação.
 
O público ainda pôde curtir três voltas incríveis da lenda do skate Bob Burnquist e se surpreender com o jovem Iago Magalhães, de 19 anos, que quebrou tudo com manobras velozes e de altíssimo grau de dificuldade em sua primeira competição como atleta profissional.
 
"Fiz o que queria, que era acertar uma volta boa e ir pra cima, na raça, como meu pai sempre fala. Amanhã, quero fazer um rolé mais pegado ainda, para alegrar esse público maravilhoso na final", destacou Iago.
 
O Oi Bowl Jam soma pontos para o ranking da World Cup Skateboarding (WCS) e a premiação é de 120 mil reais. O torneio, etapa de abertura do Mundial de Skate Bowl 2017, tem o patrocínio máster da Oi, além de TNT, G-Shock, Honda, Rexona, Nívea Sun e Evoke. O evento é chancelado pela World Cup Skateboard (WCS), com coordenação técnica da Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e realização da IMM.
 
Nos dias 27 e 28 de janeiro, a fase classificatória do evento conta com transmissão ao vivo do canal SporTV. Já no domingo, 29, a grande final poderá ser acompanhada dentro do Esporte Espetacular, na TV Globo.
 
TNT Longest Grind - Após a divulgação dos resultados, grandes atletas que estiveram na semifinal participaram da ação TNT Longest Grind, que premia o grind (manobra que consiste em deslizar com o skate sobre a borda do bowl) mais longo. Com 8,80 metros, o americano Josh Borden desbancou os concorrentes e ficou com o primeiro lugar.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook