Eduardo Motta e Sophia Medina conquistam o Rip Curl Grom Search 2018

Atletas foram campeões do ranking Sub 16 na etapa decisiva em Búzios / Foto: Pedro MonteiroAtletas foram campeões do ranking Sub 16 na etapa decisiva em Búzios / Foto: Pedro Monteiro

Rio de Janeiro - Os quatro atletas que chegaram em Búzios como líderes do Circuito garantiram os títulos gerais do Rip Curl Grom Search 2018, neste domingo, dia 25, na 2ª e decisiva etapa na Praia do Geribá. Com as conquistas na sub16, Eduardo Motta (mirim) e Sophia Medina (feminina) garantiram as vagas para representar o Brasil na final mundial do evento, em 2019, em algum lugar do mundo, com as viagens custeadas pela Rip Curl.
 
Na iniciante, Caio Costa começou bem e dava mostrar que repetiria as outras boas performances feitas na etapa, mas nas sétima e oitava ondas, Fabrício Rocha virou o resultado, com 7,25 e 6,5. O novo campeão ficou perto de recuperar a ponta. Precisava de 7,5 e tirou 7,25, ficando a diferença de 25 décimos no placar final. 13,75 a 13,5. Rodrigo Saldanha ficou em terceiro e o talento local, Sunny Pires, em quarto.
 
“Fiquei muito feliz por ter garantido o título desse circuito de alto nível e muito importante para a minha carreira amadora”, disse Caio, também enaltecendo a sua preparação física e técnica para enfrentar dois títulos em alto rendimento na etapa, foi o terceiro na mirim, terminando em terceiro no ranking. “Além dos técnicos na praia, temos um treinamento especial para estar pronto para isso”, falou.
 
Na feminina, Sophia Medina mostrou um grande poder de superação. No sábado, enfrentou um ataque de águas vivas, e na semifinal, cometeu interferência e teve calma para se recuperar e garantir a classificação. Já na decisão, chegou a estar em quarto lugar, oscilando com o terceiro lugar, resultados que não garantiram o título, mas teve calma para ir buscar a segunda posição, com uma forte batida na junção.
 
“Vim me dedicando bastante, me esforçando, treinando no Instituto e graças a Deus eu pude comemorar. Jesus me ajudou muito. Quero agradecer a todos os meus patrocinadores, meus técnicos. Parabéns todas meninas, a final foi muito forte. Estou muito feliz com o resultado e minha performance. Conseguiu mostrar o meu surf”, falou Sophia.
 
GABRIEL MEDINA VIBRA - Na Austrália, em preparação para a abertura do WCT, Gabriel Medina vibrou com a conquista da irmã caçula pelas redes sociais. O primeiro brasileiro campeão mundial de surf e atual vice, já disputou e conquistou esse mesmo título, em 2010, na Austrália.
 
“Alguns anos atrás, eu participei desse mesmo campeonato e foi onde tudo começou. Hoje acordei com a notícia que minha irmãzinha foi campeã e está indo para a final do Rip Curl Grom Search e eu acho que estou ficando velho ou orgulhoso mesmo, porque não resisti as lágrimas hahahaha. Parabéns minha pequena, feliz de ter ver evoluindo e fazendo o que gosta. Muito orgulhoso de você. Aproveita”.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook