Luna Hardman vence no Brasileiro de Bodyboarding

Herdeira da rainha do Bodyboarding segue os passos da mãe em seu primeiro evento nacional / Foto: Danilo Caboclo/SixCommHerdeira da rainha do Bodyboarding segue os passos da mãe em seu primeiro evento nacional / Foto: Danilo Caboclo/SixComm

Santa Catarina – O público que compareceu nesse sábado, dia 14, na Praia do Estaleirinho para acompanhar a etapa de abertura do Circuito Brasileiro de Bodyboarding pode presenciar a história sendo escrita. Em um momento muito emocionante, Luna Hardman, filha da pentacampeã mundial Neymara Carvalho, venceu a categoria Open Feminino em uma final que prendeu a atenção de todos que acompanhavam o evento.
 
O bodyboard corre no sangue da família e para deixar o momento ainda mais especial, Luna teve a oportunidade de vencer um evento no mesmo local que sua mãe brilhou há quase uma década quando venceu o Katherine Melo, etapa do Circuito Mundial de Bodyboarding 2009, que rolou nas ondas do Estaleirinho.
 
Mesmo com apenas 12 anos de idade, Luna já mostra muita personalidade e diz que não sente pressão. "Eu estou muito feliz com a minha vitória. Competi com meninas mais velhas e consegui acertar boas manobras. Para mim é ainda apenas uma diversão e eu não gosto muito de ficar me comparando com a minha mãe, mas sei que isso vai acabar acontecendo por tudo que ela ganhou", comenta Luna.
 
Orgulhosa, Neymara sabe que a filha ainda é muito nova para sofrer pressão e deixa a filha livre para fazer suas escolhas. "É inegável que ela tem um talento, mas o que ela vai querer fazer daqui para frente é opção dela. Estamos aqui juntas nos divertindo e isso é o que mais importa. Não quero pressionar nem criar expectativas", ressalta a Pequena Notável.
 
E não foi só por causa da filha que Neymara teve motivos para comemorar. Nove vezes campeã brasileira, a capixaba avançou para a semifinal da competição onde enfrenta a cearense Patricia Setubal na manhã desse domingo em busca de uma vaga na final. A outra semi será composta pela também capixaba Maira Viana e a gaúcha Joselaine Amorim.
 
Tops estreiam na Pro Masculino - Após um dia sem ondas, o mar reagiu nesse sábado com ondas de meio a um metro e boa formação e os tops caíram na água. Destaque para as apresentações de Lucas Rodrigues, atual campeão brasileiro, Sócrates Santana, bicampeão mundial Pro Junior, e Lucas Nogueira, campeão do Katherine Melo em 2009. Abrindo o Round 3 logo cedo, Lucas Rodrigues achou duas ondas boas e conseguiu assegurar sua vaga direta para o Round 4.
 
"Estava mais cedo vendo o mar e pensando em tudo que aconteceu comigo por aqui ano passado. Batalhei muito para me tornar campeão brasileiro e voltar aqui é um prazer", avalia o capixaba que nas oitavas de final vai encarar o carioca Israel Eduardo na bateria que abre a fase.
 
Quem também teve motivos para comemorar foi Lucas Nogueira. Campeão da etapa do mundial realizada no Estaleirinho em 2009, o capixaba somou 16,50 pontos, melhor combinação do evento até o momento. "Eu tenho uma sintonia enorme com essa praia, isso é inegável. Toda vez que venho pra cá sinto uma coisa diferente e hoje foi assim. Eu achei que poderia ganhar a bateria, mas não pensava que seria achando ondas tão boas. Foi minha primeira bateria no ano e estou bem contente com o resultado", avalia.
 
Além dos capixabas, o dia foi também dos campeões mundiais. Sócrates Santana mostrou um nível elevado de competição ao bater Israel Salas, tricampeão brasileiro, e Israel Eduardo, com uma excelente escolha de ondas. Uri Valadão, campeão mundial em 2008, também estreou com vitória, assim como o local Eder Luciano, tricampeão mundial do ISA Games e uma das grandes esperanças de título para os donos da casa.
 
Nesse domingo, dia 15, a categoria Profissional Masculino volta para a água a partir das oitavas de final, no formato homem a homem, ou seja, com apenas dois atletas por bateria. Ainda nesse domingo serão conhecidos também os campeões da Open Masculino, Profissional Feminino e Master Masculino.
 
Encerrando o penúltimo dia de competições, o capixaba Caio Reis pode comemorar o título na categoria Sub-18 Masculino. Atleta do Espírito Santo, Caio achou as melhores ondas na final da competição faturando a primeira etapa do Circuito Brasileiro 2018.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook