Com propostas de clubes brasileiros, Lucas Lóh prioriza decisão da liga turca

Confronto pelo título será contra time de João Paulo Bravo / Foto: Divulgação/HalkbankConfronto pelo título será contra time de João Paulo Bravo / Foto: Divulgação/Halkbank

Rio de Janeiro – Melhor recepção da liga turca masculina de vôlei, com 67% de aproveitamento, Lucas Lóh despertou o interesse de algumas equipes e já recebeu propostas de dois clubes brasileiros para retornar ao país na próxima temporada.
 
Mas, por enquanto, o ponteiro tem outra prioridade: conquistar o título da principal competição da Turquia. A final da liga começará no próximo domingo, 1º de abril, quando será disputado o primeiro jogo da série melhor de cinco. Do outro lado da quadra estará o Arkas Spor, do também brasileiro João Paulo Bravo.
 
O Halkbank é favorito ao título. Afinal, terminou a fase classificatória em primeiro lugar, com cinco pontos a mais que o segundo colocado, o Arkas. Foram apenas duas derrotas em 22 partidas, contra sete do adversário. A vaga na decisão veio após superar o Afyon nas duas primeiras partidas da série melhor de três das quartas de final por 3 sets a 0 e 3 a 1. Já o Arkas só conseguiu a classificação no terceiro e último jogo.
 
"Recentemente sofremos a eliminação na Champions League para o Perugia e a conquista desse título da liga turca se tornou nosso único foco. Fizemos uma bela temporada, mas para confirmar todo esse trabalho precisamos subir no lugar mais alto do pódio. O João é um craque. Não temos tanto contato aqui, mas ele sempre foi um jogador em que me espelhei. Será uma honra disputar uma final de campeonato contra ele", diz Lucas. Sobre as propostas para retornar ao Brasil, foi breve.
 
"Recebi algumas ligações, mas ainda é muito cedo para qualquer definição", finalizou o brasileiro. O Funvic Taubaté foi o último clube brasileiro do ponteiro de 27 anos, tendo sido vice-campeão da Superliga.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook