Tandara se torna a maior pontuadora em uma temporada da Superliga

Tandara desce o braço / Foto: João Pires/FotojumpTandara desce o braço / Foto: João Pires/Fotojump

São Paulo – A temporada 2017/18 ficará marcada como um período especial para Tandara. Além do hexacampeonato paulista e do tricampeonato da Copa Brasil, a oposta no Vôlei Nestlé obteve desempenho individual que a coloca na história da Superliga ao bater dois recordes.
 
Primeiro, conseguiu o maior número de pontos em uma única partida, com 39 acertos. Agora, ao encerrar sua participação na semifinal, somou 626 pontos para se tornar a maior pontuadora em uma edição do campeonato nacional, segundo dados da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). “Fico muito feliz, pois é um marco na minha vida e na competição. E é mais uma história para contar a Maria Clara”, disse, se referindo à filha.
 
Tandara bateu a marca de ninguém menos que Sheilla, que na temporada 2010/11 marcou 494 pontos. Pelo Vôlei Nestlé, até a semifinal desta edição da Superliga, a oposta conseguiu 132 acertos a mais que a bicampeã olímpica, considerada uma das maiores jogadoras da história da Seleção Brasileira.
 
“É muito gratificante, porque a Sheilla é uma pessoa com quem convivi entre 7 a 8 anos e me ensinou muita coisa. Sempre representou muito bem o nosso Brasil, fez grandes trabalhos pelos clubes que passou e é uma honra estar ao seu lado entre as atacantes com melhor desempenho. Espero fazer melhor a cada dia. Essa é a terceira temporada em que me destaco e saio feliz e tranquila por um trabalho bem feito”, afirma.
 
O recorde de pontos em um jogo de Superliga veio contra o Camponesa Minas, dia 8 de fevereiro, em Belo Horizonte (MG). Apesar de sair de quadra superada por 3 sets a 2, a equipe de Osasco viu sua oposta se destacar. Com 39 acertos, ultrapassou a própria marca pessoal, que era de 38 pontos, e se igualou a Tifanny, do Bauru, que dias antes havia conseguido a mesma pontuação.
 
“Vou repetir o que disse na época. Claro que é uma marca importante, pois é a consequência de muito trabalho e mostra que procuro estar inteira a todo momento em que sou acionada. Mas não fiz isso sozinha, as minhas companheiras sempre ajudam e tenho que agradecer ao grupo por confiar em mim e pela vontade de vencer e fazer o melhor a todo momento”, crava a camisa 16.
 
Na temporada passada, Tandara marcou 363 pontos. O desempenho nesta edição da Superliga representa uma melhora de 73,2%. São dados que a deixam feliz, mas não satisfeita. “Os números me motivam, pois sempre procuro a excelência em quadra. Trabalho para melhorar meu desempenho cada vez mais, ou seja, pontuando alto, mas com percentuais lá em cima. Seguirei buscando a perfeição, lutando para cometer menos erros e ser mais decisiva”, explicou a atleta.
 
Se mantiver o ritmo, Tandara tem tudo para se transformar na maior pontuadora da história da Superliga nas próximas temporadas. Isso porque ‘apenas’ 352 pontos separam a oposta da atual recordista, a central Fabiana. A atleta do Dentil/Praia Clube soma 4.571 pontos (ultrapassou Elisângela, com 4.429), enquanto a jogadora do Vôlei Nestlé tem 4.219. Embora a distância entre elas hoje seja pouco mais da metade dos acertos de Tandara na competição, o fato de a equipe de Uberlândia disputar mais dois jogos (a final contra o Sesc/RJ) vai aumentar um pouco essa diferença.
 
Prêmios – Assim como na temporada passada, Tandara receberá a premiação da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) como a maior pontuadora da Superliga. E ainda pode ganhar novamente o troféu de craque da galera (como o nome indica, a votação é popular) e de melhor sacadora (32 aces contra 29 de Monique, que ainda tem dois jogos das finais para disputar). Quem certamente estará ao lado da oposta para receber premiação é Bia. A central do Vôlei Nestlé lidera as estatísticas de bloqueio com 120 acertos, 37 a mais que a segunda colocada Fabiana, do Praia Clube.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook