Cruzeiro vence o Taubaté no jogo decisivo e está na final da Superliga Masculina

Bloqueio forte do time de Minas / Foto: Rafinha Oliveira / EMS Taubaté FunvicBloqueio forte do time de Minas / Foto: Rafinha Oliveira / EMS Taubaté Funvic

Minas Gerais - Jogando na noite desta sexta-feira, dia 20, a equipe da EMS Taubaté Funvic foi derrotada pelo Sada Cruzeiro na 5ª e última partida da série melhor de cinco jogos, válida pelas semifinais da Superliga Masculina. Com o revés por 3 sets a 1 (Parciais de 25x16, 20x25, 18x25 e 20x25), a equipe taubateana se despede da competição.
 
O Sada avança às finais pela 8ª vez consecutiva, após fechar a série contra a EMS Taubaté Funvic em 3 jogos a 2. Na final, o time mineiro enfrentará o SESI-SP em duas partidas. As datas das finais ainda serão definidas pela CBV. O melhor atleta em quadra foi o central Isac, do Sada Cruzeiro, premiado com o Troféu Viva Vôlei.
 
 
O jogo - O primeiro set começou com o Sada Cruzeiro melhor, sacando muito bem e abrindo boa vantagem. O Taubaté demorou um pouco mas entrou na partida, e mesmo sob pressão de um ginásio do Riacho completamente lotado, iniciou uma bela reação. Sacando muito bem e dificultando a recepção cruzeirense, o Taubaté empatou, virou e abriu larga vantagem no placar, jogando melhor e errando pouco. Os taubateanos fecharam o primeiro set em 25 a 16, em 24 minutos jogados.
 
O segundo set começou muito equilibrado. As duas equipes seguiram apostando no saque forçado para quebrar o passe adversário.  O equilíbrio foi a tônica do período, e com muitos erros de saque dos dois lados. O bloqueio do Sada Cruzeiro funcionou bem e o time mineiro conseguiu vencer o set por 25 a 20, em 28 minutos.
 
O terceiro set foi de superioridade do Sada Cruzeiro, que variou bem o saque e voltou a marcar as bolas do oposto Wallace, que vinha sendo a jogada de segurança taubateana. O Sada Cruzeiro administrou a vantagem e venceu por 25 a 18, em 25 minutos, virando a partida em 2 a 1.
 
O quarto set começou equilibrado, com o Taubaté arriscando no saque para tentar quebrar a recepção do Sada. Do lado cruzeirense, as bolas de ataque funcionaram muito bem e os centrais foram boas opções, dificultando a defesa do Taubaté. A equipe mineira venceu por 25 a 20, fechando jogo em 3 a 1, em 2h00 de partida.
 
Despedida emocionada de Dante - O fim do quinto jogo da semifinal também marcou o encerramento de uma Era no Vôlei Brasileiro. Foi a última partida como profissional do ponteiro Dante, que já havia anunciado que encerraria a carreira após essa edição da Superliga.
 
Muito emocionado, o jogador foi às lágrimas, e recebeu o carinho e reverência dos companheiros de time e também do adversário. Triste pela derrota, ele lamentou não poder brigar pelo título, mas fez um bonito agradecimento geral pelo enorme carinho que recebeu nesses mais de 20 anos de carreira:  
 
“Chegou o meu momento de parar. Só tenho que agradecer a todo mundo em todos os lugares onde joguei. Jogadores, técnicos, dirigentes, eu sou muito grato. Agradeço também à grande torcida pelo Brasil, que sempre me deu suporte por onde eu passei. Aos amigos e familiares pelo carinho, nas horas boas e difíceis, em especial minha esposa Valquíria. Obrigado por tudo.”
 
Sobre o sentimento na despedida, Dante destacou ainda: “Agora começa a passar um grande filme na minha cabeça, com todas as conquistas que eu tive, as derrotas também porque é onde você cresce. Me lembro de estar saindo de Itumbiara para ir para Goiânia, parece que foi ontem. É inacreditável como o tempo passa rápido, e hoje estou aqui encerrando a carreira. Acredito que estou parando e deixando um belo legado para as crianças e jovens que se espelham em mim, e espero que elas continuem no esporte. Obrigado a todos os fãs de vôlei, à imprensa que mostra o Vôlei para o grande público brasileiro, grande abraço a todos”.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook