Dentil/Praia Clube vence no super set e é campeão da Superliga Feminina

Equipe carioca não conseguiu vencer o time mineiro na última partida da final / Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBVEquipe carioca não conseguiu vencer o time mineiro na última partida da final / Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Minas Gerais - O Sesc RJ foi superado pelo Dentil/Praia Clube e ficou com a vice-liderança da Superliga Feminina 17-18 neste domingo, dia 22, em Uberlândia (MG). A segunda partida da final foi vencida pelo Praia por 3 sets a 0, com parciais de 19x25, 23x25 e 17x25.
 
Como o Sesc RJ havia vencido o primeiro jogo da decisão, no último domingo, no Rio de Janeiro (RJ), foi necessária a disputa de um Golden Set, que deu a vitória ao time mineiro por 18x25.
 
Com um público de 5500 torcedores no ginásio Sabiazinho, o Dentil/Praia Clube soube usar a pressão de jogar em casa. O Sesc RJ, por sua vez, não conseguiu repetir a boa atuação que teve na primeira partida da final e desperdiçou boas chances no início do primeiro e do segundo sets.
 
“Hoje não conseguimos repetir o resultado da última partida, não colocamos dificuldade para o jogo delas como semana passada. Mas fico feliz de termos chegado até a final. Não conquistamos o resultado que a gente gostaria mas parabenizo o time pela luta e pela garra que teve nesses quatro sets de hoje”, disse a capitã do time, Roberta, eleita a melhor levantadora da competição.
 
Muito emocionada, a líbero Fabi, atleta referência nesta posição com 10 títulos conquistados na Superliga pelo Sesc RJ, anunciou que a partida da final seria sua despedida das quadras.
 
“Quando eu amarrei meu tênis hoje, um ritual que a gente tem, eu pensei: é a última vez que estou passando por tudo isso. Durante o jogo, não conseguimos pensar muito, mas consegui aproveitar essa despedida. O jogo era difícil, mas me prometi que ia dar o meu melhor para ajudar o time. Tenho vivido os últimos jogos como se fossem o último. O time do Praia foi um time montado para ser campeão e elas jogaram muito bem. Não conseguimos fazer nosso melhor jogo neste momento decisivo, mas estou feliz por ter conseguido estar com minhas companheiras, em uma final de Superliga, neste momento tão importante da minha vida que é meu último jogo”, concluiu em lágrimas.
 
O Jogo -  No primeiro set, apesar de o Praia ter aberto o placar, o Sesc RJ começou melhor, chegando a 5x2. A partir daí, a parcial seguiu praticamente empatada até 16x16. No final do set, o Praia conseguiu abrir vantagem até fechar por 19x25.
 
No segundo set, novamente o Sesc RJ começou melhor e abriu 18x14 no placar, com destaque para a boa atuação de Monique e Mayhara. A partir daí, o Dentil/Praia Clube colocou mais pressão. Um bom ataque de Juciely colocou o placar em 21x19, mas o Praia virou em 21x22. O Sesc RJ ainda empatou em 23x23, mas o Praia fechou em 23x25.  
 
No terceiro set, novamente o Sesc RJ teve um início melhor, mas o Praia empatou em 5x5 e virou o placar fechando o set por 17x25 e o jogo por 3 sets a 0. Como o Sesc RJ havia vencido o primeiro jogo da final e com a vitória do time mineiro na segunda partida, a decisão foi para o Golden Set. Novamente, o Sesc RJ colocou pressão no início da parcial, com boa atuação de Drussyla, e o set seguiu empatado até 15x15, quando o Praia aumentou a diferença até fechar por 18x25.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook