Taubaté faz balanço da temporada e traça metas de trabalho para 2018/2019

Taubaté sai satisfeito com temporada 2017/2018 / Foto: DivulgaçãoTaubaté sai satisfeito com temporada 2017/2018 / Foto: Divulgação

São Paulo - Na última terça-feira, dia 24, diretoria, comissão técnica e elenco da EMS Taubaté Funvic participaram de uma entrevista coletiva em Taubaté, onde puderam falar à imprensa local sobre as conquistas da temporada 2017/2018 e já expor parte do planejamento para os próximos desafios.
 
O Secretário de Esportes e Lazer, Claudio Brazão, o Macaé, que também representou o Prefeito Ortiz Júnior, frisou que a equipe cumpriu a meta de estar entre as quatro melhores do Brasil na disputa da Superliga – a EMS Taubaté Funvic foi eliminada da Superliga após derrota por 3 jogos a 2 na série semifinal contra o Sada Cruzeiro (MG) -, e destacou ainda a conquista do Tetracampeonato Paulista. Macaé também frisou a importância do projeto da equipe para a cidade, como principal bandeira esportiva do município.
 
O Secretário também confirmou que a parceria com a Funvic segue pelo menos até 2020, e que o orçamento da equipe deve ter um crescimento. “Hoje temos um orçamento muito bom, suficiente para manter a equipe em alto nível. Mas buscamos esse incremento, que pode chegar até algo em torno de 20% a mais para que possamos ter na próxima temporada um dos melhores times do país e sermos reconhecidos também internacionalmente por nossa força”, destacou Macaé.
 
Na parte técnica, as perguntas foram dirigidas especialmente para o supervisor Ricardo Navajas, que confirmou que a equipe segue em negociação com reforços para a próxima temporada.
 
O técnico Daniel Castellani também fez um balanço positivo de sua primeira temporada comandando um clube brasileiro. “O vôlei brasileiro entre os clubes é um reflexo do poderio da Seleção Brasileira. Temos aqui uma quantidade enorme de jogadores de alto nível, algo que eu compararia apenas com países como Rússia ou Polônia. O material humano é grande e por isso a Superliga é um campeonato tão forte e equilibrado”, comentou o técnico argentino
 
O ponteiro Dante falou da emoção de seu último jogo, na derrota para o Sada Cruzeiro por 3 a 1, no último dia 20, em Contagem-MG. “Foi uma sensação forte, impossível não passar novamente um filme na cabeça, foram mais de 20 anos de vôlei profissional. Mas encerro com a sensação de dever cumprido, não me arrependo da decisão de parar, e só tenho a agradecer à EMS Taubaté Funvic e à cidade de Taubaté que tão bem me acolheram. Agora é bola para frente, descansar e tocar meus projetos pessoais”, destacou Dante.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook