Barça promete jogo duro e não quer liberar Neymar para Rio 2016

Neymar Jr. / Foto: Divulgação / CBFNeymar Jr. / Foto: Divulgação / CBF

Rio de Janeiro – Certamente mais importante para o Brasil do que para muitas seleções europeias, o torneio olímpico de futebol, cuja conquista da medalha de ouro, em casa, seria inédita, pode contar com a maior baixa possível: a do atacante Neymar.
 
Isso porque seu clube, o Barcelona, segundo informações do UOL Esporte, não pretende liberar o jogador para a disputa da Rio 2016 com a camisa verde e amarela. Neymar é um dos três jogadores, junto com Alisson e Miranda, que a comissão técnica do Brasil já demonstrou interesse em convocar para os Jogos.
 
A liberação de Neymar pelo Barcelona está condicionada à chegada do time em duas finais, a da Supercopa da Europa (entre o vencedor da Liga dos Campeões e o da Liga Europa) e a da Supercopa da Espanha (entre o campeão do Espanhol e o da Copa do Rei). O time de Luis Enrique não quer perder um de seus principais atacantes, ao lado de Messi, caso chegue às decisões.
 
E a chance do Barcelona chegar à final é bastante favorável. Além do histórico vitorioso do clube catalão nas últimas temporadas, a equipe é líder do Espanhol, finalista da Copa do Rei e joga a fase final da Liga dos Campeões.
 
Pessoas próximas ao jogador brasileiro garantem que Neymar quer jogar as Olimpíadas, mas que não pretende duelar com seu clube para isso. O Barcelona, por sua vez, pretende impor uma série de cláusulas caso decida liberar o atacante, tais como um seguro milionário em caso de lesões e o pagamento de salário durante o torneio olímpico.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook