Ex-melhor jogadora do mundo admite uso de maconha e cocaína

Abby Wambach / Foto: DivulgaçãoAbby Wambach / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro – A ex-jogadora de futebol feminino dos EUA, Abby Wambach, bicampeã olímpica nos Jogos de Atenas, em 2004, e de Londres, em 2012, admitiu ter usado cocaína e maconha no período em que vestia a camisa da seleção americana.
 
A confissão da ex-atleta está anexada a um processo que está sendo movido contra ela na corte de Oregon (EUA). Aos 35 anos, ela foi presa na última semana por dirigir embriagada e poderá ser julgada nos próximos meses.
 
Os oficiais que interpelaram Abby afirmam que ela atestou ter usado maconha dos 24 aos 25 anos e que experimentou cocaína também aos 25. Segundo documento apresentado pelos oficiais, a ex-jogadora aparenta estar arrependida.
 
"Aqueles que me conhecem, sabem que sempre exigi muito de mim mesma. Eu decepcionei a mim mesmo e aos outros. Eu assumo total responsabilidade. Prometo que farei todo o possível para fazer com que meu erro não seja repetido", escreveu a ex-atleta.
 
Abby também tem um título mundial (2015) e foi eleita a melhor jogadora do mundo pela FIFA em 2012.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook