Brasil abre espaço para meninas de 12 a 16 anos representarem o país no exterior

Gustavo Barbosa - Fisioterapeuta / Foto: Cinara Piccolo/CBHbGustavo Barbosa - Fisioterapeuta / Foto: Cinara Piccolo/CBHb

São Paulo - O caminho das jogadoras de handebol para a seleção adulta começará a ser pavimentado mais cedo. A Confederação Brasileira da modalidade (CBHb) definiu, a partir deste ano, montar equipes nacionais das categorias infantil e cadete para a disputa de torneios internacionais. Assim, as atletas já terão experiência com a camisa verde-amarela e vivência de competições fora do país quando chegarem ao time juvenil.
 
Antes, o Brasil era representado pelos clubes mais bem colocados em suas categorias nos eventos internacionais infantil (12 a 14 anos) e cadete (14 a 16 anos). Neste ano, as jogadoras terão etapas de treinamento em outubro e novembro. As equipes juvenil (16 a 18 anos) e júnior (18 a 20 anos) encerraram na quarta-feira passada a primeira etapa de treinos visando o Pan-Americano e o Mundial, ambos neste ano. Elas se reuniram em São Bernardo do Campo (SP).
 
"Estamos muito otimistas com esse processo. As atletas mais jovens irão representar o país com 13, 14 anos, adquirir uma vivência internacional, sentir a pressão do corte e a força de estar numa seleção", diz Cristiano Silva, técnico da equipe júnior. "Vamos poder passar a elas os conceitos desde cedo do que é ser uma atleta, da importância da dedicação, dos cuidados e muito mais."
 
Além da experiência, as jogadoras também começarão a ser monitoradas mais cedo, e não apenas aquelas que forem escolhidas para as competições.
 
"Não será um grupo fechado, mas o monitoramento de um grupo seleto. E ainda estaremos de olho nas atletas nos acampamentos regionais e nacionais. Acredito que isso dará uma alavancada ainda maior no handebol", diz o treinador.
 
Barbara Bella de Carmo Monteiro, de 16 anos, vê a mudança como positiva. "Essa experiência de estarem as melhores juntas, de conviver, aprender, viver a pressão, é muito importante. E isso contribui para que todas cheguem em melhores condições nas categorias superiores", diz.
 
O time juvenil irá disputar o Pan de 7 a 15 de abril, em Buenos Aires, na Argentina. O torneio é classificatório para o Mundial, na Polônia, de 7 a 19 de agosto. Já a seleção júnior disputará o torneio continental diante da torcida brasileira. O campeonato acontece de 21 a 25 de março, em Goiânia (GO), antes do compromisso, a equipe participa de uma fase de treinamentos de 14 a 20 de março, em Trindade (GO). O Mundial da categoria será na Hungria, de 1 a 14 de julho.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook