Giovana Pass e Sarah Waddell vencem no desafio Internacional de Adestramento

Giovanna Pass consegue mais um índice para o Mundial 2018 / Foto: Wilson Spinardi JuniorGiovanna Pass consegue mais um índice para o Mundial 2018 / Foto: Wilson Spinardi Junior

São Paulo - Caçula da equipe de Adestramento nos Jogos do Rio 2016, Giovana Pass, montando o Lusitano Zíngaro de Lyw, foi o destaque do Big Tour do CDI3* do 3º IRDM – International Riding & Dressage Meeting.
 
A amazona paulista de 22 anos venceu as duas provas que participou: no Grand Prix, dia 27, válido como qualificativa para os Jogos Equestres Mundiais, registrou a nota média final de 68,239% e 68,804% com o juiz FEI 5*Peter Holler, da Alemanha. O resultado garantiu o terceiro índice do conjunto para o Mundial. No domingo, dia 29, no Grand Prix Freestyle, Giovana e Zíngaro voltaram a ocupar o primeiro lugar do pódio com 71,875% de nota na avaliação final e 75,125% com Holler, a maior nota atribuída pelo juiz na competição.
 
O vice-campeão do GP Freestyle foi Mauro Pereira Silva Junior com o Brasileiro de Hipismo Banzai AMM com nota média final de 68,105%. O juiz alemão atribuiu ao conjunto a nota 70,875%. O conjunto também disputou o Grand Prix na sexta-feira, quando terminou em 3ª lugar com 65,087%, não atingindo o índice mínimo de 66% estabelecido pela Federação Equestre Internacional (FEI).
 
Outro destaque do Big Tour foi Pedro Tavares de Almeida que montando o Lusitano Aoleo foi o vice-campeão do Grand Prix registrando 67,978% na nota média final e 69,565% com Peter Holler, garantindo o primeiro índice para o Mundial. O conjunto voltou à pista no sábado, dia 28, para vencer no Grand Prix Special com a nota média final de 67,447%.
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

Rio 2016

Hortência dá conselhos ao filho:  "Vila Olímpica é disneylândia sexual"

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook