Equipe de hóquei sobre grama quer manter ritual nos Jogos Rio

Matheus Borges é o camisa 10 e artilheiro do Brasil / Foto: Georgia Infante/COBMatheus Borges é o camisa 10 e artilheiro do Brasil / Foto: Georgia Infante/COB

Rio de Janeiro - Ele é o camisa 10 da seleção brasileira de hóquei sobre grama e mantém uma tradição: é o principal artilheiro da equipe. São 26 gols em 75 jogos oficiais.
 
Matheus Borges começou a praticar o esporte há oito anos e foi o responsável pelo gol da classificação do Brasil para os Jogos Rio 2016. A vaga veio no Pan=Americano de Toronto, no ano passado, após a vitória sobre os Estados Unidos, nos pênaltis, por 4 a 2. 
 
“A gente tem feito muitas primeiras coisas. Em Toronto foi a primeira vez que conseguimos nos classificar. A sensação é de que estamos começando uma coisa nova. E a gente quer que o esporte cresça muito e que o Brasil conheça o hóquei porque a gente fez algo pela modalidade”, disse Matheus, que desde 2009 faz parte da seleção adulta. 
 
“Sempre temos um ritual. No Pan-Americano de Toronto, “Shots” era a música que ouvíamos antes dos jogos. Aqui ainda não escolhemos, mas isso vai acontecer naturalmente”, concluiu. A estreia do Brasil nos Jogos será contra a Espanha, no dia 6 de agosto. Completam o grupo as seleções da Austrália, Grâ-Bretanha, Bélgica e Nova Zelândia. 
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook