O maior sucesso dos Jogos de Londres até aqui

Voluntários estão em todos os lugares em Londres / Foto: Humberto Deveza / EAVoluntários estão em todos os lugares em Londres / Foto: Humberto Deveza / EA

Londres - Eles estão por toda a parte. Nas entradas, saídas e dentro das estações de metrô; nos parques da cidade; nas ruas e avenidas e nos locais de competição. Homens ou mulheres, alguns com o cabelo já branco ou sem cabelo e outros extremamente desinibidos, com cabelo rosa, para combinar com a cor do uniforme e dos adereços que muitos utilizam, como as grandes luvas com o dedo indicador apontando para onde seguir. São extremamente simpáticos e faltam carregar quem acompanha os Jogos no colo. Juntos lotam um estádio de futebol com capacidade para 70 mil pessoas.

Os voluntários recrutados pelo Comitê Olímpico são, até aqui, um dos grandes sucessos de organização dos Jogos de Londres. Desde o primeiro até o fim do último evento de cada dia, há centenas deles para auxiliar os turistas a chegarem aos locais de competição. Somados ao excelente trabalho feito com as placas de sinalização, praticamente onipresentes, fica praticamente impossível errar o caminho até o Lee Valey, onde ocorre a canoagem, ou até o gigantesco Parque Olímpico.

E todos mantém um simpático sorriso no rosto, que muitas vezes substitui alguma palavra que algum turista sem inglês fluente não entenderia. Além da simpatia, a paciência também é vista em cada um deles. Dispostos a explicar o caminho ou tirar alguma dúvida quantas vezes for preciso, até que o turista aprenda como chegar a determinado local.

Muitas funções não são lá muito boas, mas os voluntários não demostram infelicidade. Alguns, por exemplo, precisam receber dirigentes e atletas no aeroporto. Outros, limpar a areia das quadras do vôlei de praia ou se tornar um guia para mostrar as acomodações da Vila Olímpica.

Aqui em Londres, como ocorreu no Pan de Guadajara, o recrutamento dos voluntários deu certo e se mostrou imprescindível para a realização de um evento de tamanha magnitude como os Jogos Olímpicos. É provável que no Rio de Janeiro, em 2016, o Comitê Local siga o mesmo caminho e incentive os cariocas a se voluntariar para receber os milhares de turistas que desembarcarão na cidade.

 

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook