Bruno Fratus: 'Sou capaz de trazer uma medalha'

Bruno Fratus é mais uma esperança de medalha para o Brasil / Foto: Satiro Sodré / AGIF Bruno Fratus é mais uma esperança de medalha para o Brasil / Foto: Satiro Sodré / AGIF

São Paulo - Nascido em Macaé, no Rio de Janeiro e criado em Natal, no Rio Grande do Norte, o nadador Bruno Fratus, classificado para as Olimpíadas de Londres nos 50m livre, define sua atual cidade, São Paulo. "É caótico. Eu prefiro a maresia, mas é o lugar onde está o meu clube, é o lugar que disponibiliza a estrutura pra eu treinar", destaca o atleta do Esporte Clube Pinheiros. 

Bruno Fratus disputará a mesma prova que o campeão olímpico e mundial César Cielo, os 50m livre. A prova é uma das mais aguardadas da natação, já que tem a alcunha de definir "o homem mais rápido das piscinas". Ele conversou com o Esporte Alternativo sobre a preparação para Londres. "A expectativa para Londres está ótima. A gente tem feito um trabalho de total excelência, poucos são tão bons no mundo e a expectativa é a melhor possível", afirma. 

O nadador, de apenas 23 anos, ganhou destaque nacional nos Jogos Pan-Americanos de Guadajara, no ano passado. Na ocasião, ficou com a medalha de prata nos 50m e ajudou o Brasil a conquistar dois ouros nos revezamentos 4x100m livre e 4x100m medley. Nos Jogos Olímpicos, é uma esperança de medalha, como ele mesmo espera. "Tenho a expectativa de nadar o mais rápido possível na minha condição. Com isso acredito que eu seja capaz de trazer uma medalha sim", confirma Bruno.

Quase sempre ao lado de César Cielo nas piscinas, Bruno considera normal a companhia do brasileiro. " Ele é uma pessoa bem tranquila, um excelente nadador, um atleta extremamente competente e é um adversário de altíssimo nível. Então nadar do lado dele é extremamente motivante", diz.

Bruno Fratus é mais um brasileiro para acompanhar com atenção nos Jogos Olímpicos de Londres, que começam no próximo dia 27 e vão até o dia 12 de agosto. O nadador compete nos dias 2 e 3, na sua prova principal, os 50m livre. Agora, segundo ele, o momento é de tranquilidade. "Agora a gente vai dar uma descansada pra chegar 100% nas Olimpíadas", destaca Bruno, que também deverá disputar o revezamento pelo Brasil, já que tem o terceiro melhor tempo da equipe.

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook