Samuel é o 6º do mundo nos 5km

O brasileiro Samuel de Bona é o sexto nadador do mundo nos 5km / Foto: Satiro Sodré / Divulgação CBDAO brasileiro Samuel de Bona é o sexto nadador do mundo nos 5km / Foto: Satiro Sodré / Divulgação CBDA

Barcelona - O brasileiro Samuel de Bona é o sexto nadador do mundo nos 5km, com um bom desempenho numa prova inchada, com 54 nadadores. O outro brasileiro na prova, Luis Rogério Arapiraca terminou na 30ª Posição. A prova foi vencida por Oussama Mellouli, da Tunísia, em 53min30s4. O pódio foi completado pelo canadense Eric Hedlin (53min31s6), e pelo alemão Thomas Lurz (53min32s2).
 
"Estou muito feliz pois vim pra cá para ficar entre os 10 e consegui. Comecei trancado, já que o início foi muito complicado, com todo muito junto. Não conseguia ir pra frente. Mas depois de uma boia, me posicionei melhor e fiquei bem colocado, sem levar pancada. Minha melhor colocação tinha sido o 15º lugar nos 5km em 2010 (Mundial de Maratonas de Roberval, no Canadá). Imprimi um ritmo forte, vi na metade da prova que estava bem, e resolvi não olhar pra trás ou pro lado. Mirei o pé do Thomas (o alemão Thomas Lurz, várias vezes campeão mundial e vice-campeão olímpico) e fui embora. Fiz uma preparação diferente, sem treinamento em altitude. Mas contei com a ajuda da CBDA e dos Correios, e do meu técnico Kiko, que não veio, mas me ligou antes, e que sem ele nem estaria aqui", disse Samuel, que ainda agradeceu aos pais, presentes a Barcelona, "a família é tudo, estava nervoso ontem e eles aqui foi o mais importante".
 
Já Luis Arapiraca reclamou principalmente do pequeno espaço para tantos nadadores. "Eu comecei bem, entre os 13 na primeira metade da prova, por dentro, próximo ao Mellouli (Oussama Mellouli, campeão olímpico e vencedor da prova), mas na segunda, quando se faz a última volta, que é de 180 graus, vai e volta, com duas boias com uns 20 metros separando, parecia que estava numa máquina de lavar., com todos embolados. Aí foi só me proteger para não acontecer o pior. Depois para tentar voltar é mais difícil e não deu", concluiu Arapiraca, mas que fez questão de elogiar as condições oferecidas, "as condições foram ótimas, só o circuito é que é muito apertado, inclusive no final, quando quase caímos um em cima do outro na escada."

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook