Brasil ganha bronze por equipes e encanta Barcelona

5km por equipes - Brasil bronze / Foto: Satiro Sodré / Divulgação CBDA5km por equipes - Brasil bronze / Foto: Satiro Sodré / Divulgação CBDA

Barcelona - Ainda falta a prova de 25 km, no sábado (27/07), para a competição de maratonas terminar no Mundial dos Esportes Aquáticos, mas a equipe brasileira já é a atração. Na manhã desta quinta-feira, 25/07, Allan do Carmo, Samuel de Bona e Poliana Okimoto marcaram 54m03s5 ganharam o bronze na prova por equipes em mais uma disputa emocionante no Port Vell. A Alemanha (52m54s9) ficou como ouro e a Grécia levou a medalha de prata (54m03s3).
 
Esta é a segunda vez que a prova de equipes entra no programa do Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos. A primeira foi na edição de Xangai 2011. O Brasil nunca participara desta disputa em um grande evento e já saiu com um pódio em sua estreia. Esta foi a última prova de Poliana Okimoto na competição. A brasileira sai de Barcelona com uma medalha de cada cor (ela foi ouro nos 10 quilômetros e prata nos cinco).
 
"Acho que está sendo um Campeonato Mundial inesquecível. Vai entrar para a história da equipe brasileira e para a minha história pessoal como um momento muito especial. Os meninos mereciam esta medalha, especialmente o Allan porque passou por momento de altos e baixos e batalhou demais. Estou realizada por estar participando deste momento com eles. Esta é uma prova difícil porque não sabemos como os outros estão e aí temos que nadar muito forte desde o início. Outra vez foi por dois centésimos que não ficamos com a colocação acima, mas valeu demais", disse.
 
Allan do Carmo está cada vez mais perto do pódio mundial. Na prova de 10 quilômetros ele foi o sétimo. Uma colocação excelente principalmente considerando a posição do último Campeonato Mundial, em Xangai, onde ele terminou no 50º lugar."Me senti muito bem puxando o grupo o tempo todo. Nossa estratégia era eu e Samuel ditarmos o ritmo para que a Poli nadasse forte e ficasse com a gente. Foi uma medalha importante porque estamos na disputa com a Alemanha pela vitória por pontos da competição de maratonas aquáticas neste Mundial. Estou muito feliz porque treinamos muito para competir bem aqui em Barcelona e toda a equipe do Brasil está de parabéns. Está sendo um Campeonato Mundial incrível e é sensacional fazer parte disto".
 
Samuel de Bona estava uma pilha de nervos aguardando o resultado. Abraçou forte Allan do Carmo quando viu que o Brasil conseguiu manter o terceiro posto."Foi muito bom participar com Allan e Poliana, que é campeã mundial. Passamos muito perto da medalha de prata, mas é como a Poliana disse, é uma prova difícil por não saber como estamos em relação aos outros. Eu cansei um pouco no final, mas nesse ponto valeu a experiência da Poli porque eu olhava pra ela e me sentia incentivado pela sua presença na prova. Foi muito emocionante e realmente um momento inesquecível", disse.
 
Briga pelo troféu - Pela primeira vez a equipe brasileira está na briga pelo troféu de campeã da competição no Mundial. Com o resultado da prova por equipes, o time brasileiro já soma 92 pontos contra os 78 da Alemanha. A Grécia (58), Estados Unidos (38) e França (34) completam o grupo dos cinco primeiros na competição.
 
O próximo desafio brasileiro nas águas do Port Vell será a prova mais longa de todas na competição: Os 25 quilômetros. Ana Marcela Cunha, Allan do Carmo e Diogo Villarinho caem na água na madrugada brasileira de sábado, 27/07, a partir das 3h (largada masculina) e 3h15 (largada feminina).

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook