Arqueiros se preparam para os Jogos da Juventude na China

Ana Clara, o técnico Evandro e Marcus Vinícius, no CT do tiro com arco da Confederação Brasileira, em Campinas / Foto: DivulgaçãoAna Clara, o técnico Evandro e Marcus Vinícius, no CT do tiro com arco da Confederação Brasileira, em Campinas / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - Marcus Vinícius D’Almeida e Ana Clara Machado, ambos de 16 anos, são os arqueiros que irão representar o Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude em Nanquim, na China, entre 16 e 28 de agosto. Com os últimos resultados em etapas da Copa do Mundo de Tiro com Arco, apesar da pouca idade e de apenas três anos no esporte, o garoto está hoje entre os dez primeiros do mundo no ranking adulto da Federação Internacional (WAF, na sigla em inglês) e, por isso, é candidato à medalha de ouro, na opinião do técnico Evandro França.
 
Na primeira etapa da Copa do Mundo, em Xangai, na China, Marcus Vinícius ficou em nono lugar. Na seguinte, em Medellín, na Colômbia, em quinto, e, nas duplas mistas, ao lado de Sarah Nikitin, conquistou a primeira medalha da história do Brasil no esporte - prata, perdendo apenas dos sul-coreanos Lee Tuk-young e Oh Jin-hyek (On foi o campeão olímpico individual em Londres 2012). Ana Clara, o técnico Evandro e Marcus Vinícius, no CT do tiro com arco da Confederação Brasileira, em Campinas (Foto: Divulgação)
 
Agora, Marcus estará na terceira etapa da Copa do Mundo, em Antália, na Turquia (de 10 a 15 de junho), e na última, em Wroclaw, na Polônia, de 5 a 10 de agosto. “Essa quarta etapa, será a apenas uma semana dos Jogos da Juventude. Assim, vamos [Ana Clara também competirá] direto da Polônia para a China”, diz o técnico Evandro. “Assim, teremos até uma certa vantagem, porque nosso fuso horário estará em cinco, seis horas de diferença. O pessoal que sairá com o COB [Comitê Olímpico Brasileiro] terá pelo menos 11. Mas também faremos um período de aclimatação e treinamento na China, antes dos Jogos.”
 
Evandro é o técnico da seleção brasileira desde a saída do inglês Richard Priestman depois dos Jogos Sul-Americanos de Santiago do Chile. Aguarda para junho a chegada do italiano Renzo Ruele, que esteve dez dias com os atletas em Campinas – hoje o principal CT da Confederação Brasileira de Tico com Arco (CBTARCO) antes da etapa da Copa do Mundo em Xangai. “Desde o ano passado estamos diminuindo a intensidade dos treinos antes das competições e tem dado certo. Acredito que será assim para os Jogos da Juventude.”
 
Cabeça tranquila - Quanto à pressão sobre Marcus Vinícius como favorito ao título em Nanquim, o técnico Evandro não se mostra preocupado. “Ele carrega pressão numa boa. Tão na boa que está entre os melhores do mundo dentre os adultos também. Podemos dizer que, com o pouco tempo de treinamento que tem e o que vem apresentando, o Marcus é um sucesso. A Ana Clara tem pouca experiência internacional e ainda não faz parte do MasterPlan da CBTARCO. Mas tenho certeza de que não vai fazer feio”, diz o treinador.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook