Joedison atropela Everton Lopes e já garante medalha no boxe

Joedison "Chocolate" derrotou mexicano / Foto: Divulgação / COBJoedison "Chocolate" derrotou mexicano / Foto: Divulgação / COB

Toronto - O boxeador Joedison Teixeira já garantiu uma medalha de bronze nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015. ‘Chocolate’, como é conhecido, venceu o mexicano Raul Curiel por decisão unânime (3 a 0) dos árbitros nesta terça-feira, dia 21, alcançando uma vaga na semifinal da categoria até 64kg contra o cubano Yasnier Toledo. Após quatro anos de seleção, Joedison virou titular apenas em 2015, quando o campeão mundial Everton Lopes se tornou profissional.

Por ficar na reserva de Everton por quase quatro anos, essa foi a estreia de Joedison em Jogos Pan-americanos. “Eu estou fazendo o que sempre sonhei em uma competição que sempre sonhei estar. Isso é maravilhoso. Estou muito feliz e a medalha é algo que eu vou lembrar pra sempre”, disse o pugilista, na saída do ringue. “Mas quero mais e vou lutar por esse ouro”, completou.
 
Chocolate vem crescendo em resultados e, desde 2012 conquistou o Pan-Americano Júnior, os Jogos Mundiais de Combate e o Festival Olímpico Pan-Americano, este ano, no México. Na luta desta terça, apesar de sentir a estreia em Jogos Pan-americanos, Joedison usou sua principal característica, que é a lucidez no ringue, para achar o atalho para a vitória sem sustos.
 
“A luta não foi fácil e eu esperava por isso. O México tem tradição no boxe e ele é um lutador bem ranqueado na liga semiprofissional. Mas eu dei o meu melhor, acredito no meu boxe e assim como peguei o bronze, espero pegar a medalha de ouro”, afirmou Chocolate.
 
Na próxima quarta-feira Joedison enfrenta Yasnier Toledo e a poderosa escola de boxe cubana por uma vaga na sonhada final. “Nunca lutei com ele, mas já assisti a vídeos. Assim como tive um bom combate com o mexicano hoje, vou dar o meu melhor com o cubano para alcançar a vitória. Não vou me satisfazer com o bronze. Vai ser uma luta ainda mais difícil, mas vamos lá.  Estou aqui para qualquer desafio e vou ajudar o Brasil a subir no quadro de medalhas”, disse o pugilista brasileiro.
 
Joedison teve que ter paciência para conseguir seu espaço na equipe brasileira que se prepara para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Chocolate passou a ser o principal boxeador brasileiro da categoria após a ida do campeão mundial Everton Lopes para o boxe profissional. Everto tinha também duas participações olímpicas (Pequim 2008 e Londres 2012). “Eu estou na seleção desde 2011, mas soube esperar a minha vez chegar”, disse  Chocolate, que deixou a Bahia rumo a São Paulo aos 6 anos de idade. “Da Bahia eu herdei o boxe, que é uma coisa que vem no nosso sangue”, explicou o lutador.
 
Em sua segunda luta pela categoria até 81kg nos Jogos Pan-americanos, o pugilista carioca Michel Borges foi derrotado pelo venezuelano Albert Duran, por 3 a 0, encerrando sua participação em Toronto. Em sua primeira luta, no domingo, Michel havia vencido o americano Steven Nelson, por 2 a 1. Porém, nesta terça-feira o campeão dos Jogos Sul-americanos Santiago 2014 não conseguiu encaixar o seu melhor boxe contra o venezuelano, que administrou bem a luta. Agora o carioca segue em outra batalha ainda mais importante, tentar garantir a vaga para os Jogos Olímpicos Rio 2016. 
 
Fechando o dia em Toronto, Roberto Queiroz foi derrotado pelo venezuelano Gabriel Perez por 3 a 0. A luta foi válida pelas quartas de final da categoria até 69kg.


Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook