Brasil toma susto, mas vence Argentina e é penta no handebol feminino

Campeãs mundiais derrotaram as rivais por 25 a 20 e garantiram o ouro em campanha invicta. Uruguai levou o bronze / Foto: Danilo Borges / Brasil2016Campeãs mundiais derrotaram as rivais por 25 a 20 e garantiram o ouro em campanha invicta. Uruguai levou o bronze / Foto: Danilo Borges / Brasil2016

Rio de Janeiro - Em uma reedição da final dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara-2011, o Brasil mais uma vez derrotou a rival Argentina no handebol feminino. Nesta sexta-feira (24.07), a partida decisiva coroou uma campanha perfeita na competição em Toronto. Invictas, as brasileiras bateram as argentinas por 25 a 20 e faturaram o ouro, o quinto para as meninas da modalidade no torneio continental. Alexandra Nascimento, melhor da partida com seis gols, foi também a artilheira da competição, com 34 bolas na rede.

Atrás no placar no início da partida, o Brasil teve que suar para conseguir empatar ainda no primeiro tempo. O técnico brasileiro, Morten Soubak, elogiou a calma da seleção para se recuperar durante o jogo. "Foi o contrário do jogo contra Cuba, jogamos mal no primeiro tempo e bem no segundo. Eu disse às meninas que a paciência teria que ser nossa amiga. E acabou sendo uma amiga mesmo", pontuou.
 
No intervalo, Morten aconselhou as jogadoras. "Disse a elas que não precisávamos mudar de estratégia. Apenas tínhamos que fazer certinho as coisas que não fizemos no primeiro tempo. Aquele início que tivemos, perdendo, dá uma certa insegurança para a equipe inteira e nós tínhamos que tranquilizar o time para poder voltar ao jogo e dar continuidade ao que combinamos antes", contou.
 
Para a pivô Daniela Piedade, a conquista tem um sabor ainda mais especial. "Este é meu quarto título pan-americano, junto com a Alexandra (Nascimento). São anos e anos de muita luta, de estar com a equipe, presente, sempre ajudando uma a outra. E no final deu certo. O Brasil, desde 1999 tem mostrado o favoritismo e tem que manter isso. É questão de honra, ainda mais jogando contra a Argentina", comemorou.
 
A ponta Alexandra Nascimento enalteceu a companheira de tetracampeonato. "É uma parceria maravilhosa. A Dani é uma pessoa e uma atleta espetacular", elogiou. Alexandra comentou ainda que não se surpreendeu com o bom desempenho das adversárias no início da partida. "Sabíamos que este jogo contra a Argentina não ia ser fácil. Elas morreram e ressuscitaram na competição, então sabíamos que elas iam vir para matar. No primeiro tempo a gente deu mole, não conseguiu colocar o nosso jogo, mas no segundo tempo todo mundo conseguiu acordar e jogar o handebol brasileiro, que é um handebol alegre", avaliou.
 
Na fase preliminar, o Brasil venceu Porto Rico (38 a 21), Canadá (48 a 12) e México (34 a 19). Na semifinal, as brasileiras derrotaram as uruguaias (40 a 22). A final do handebol masculino também será entre Brasil e Argentina, no próximo sábado (25), também às 21h (horário de Brasília).
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook