Espanhola fica com o ouro em Lexington, Kentucky

E-mail Imprimir

Foto: Dirk Caremans / ©2010 Alltech. All Foto: Dirk Caremans / ©2010 Alltech. All São Paulo - A espanhola Maria Mercedes Alvarez Ponton e seu super cavalo Nobby fizeram história com a conquista da medalha de ouro individual nos Jogos Equestres Mundiais de Enduro em Lexington no Estado do Kentucky, nos  EUA,  no último domingo, dia 26 de Setembro.

 Maria Mercedes, mãe da pequena Maria de apenas sete semanas, também traz em seu currículo os títulos de campeã mundial 2008 e européia 2009. A amazona top espanhola garantiu o ouro cruzando a linha de chegada após o percurso de 160 km em cinco anéis com o tempo de 8h09min13s.

As medalhas de prata e bronze ficaram em família, respectivamente,  com sua alteza Sheik Mohammed Bin Rashid Al Maktoum com Ciel Oriental dos Emirados Árbaes e seu filho, o Sheik Hamdan Bin Al Maktoum montando SAS Alexis, em 8h13min03s e 08h18min02s.

Somados os três melhores tempos dos integrantes de cada equipe, os Emirados Árabes venceram com 23h53min36s, seguidos pela França, 24h49min, e Alemanha, 25h34min16s.

Para o Brasil, o resultado também foi fantástico com a conquista de um inédito 5º posto por equipes, sendo ainda o único país, entre um total de 26 equipes, a concluir a prova com todos seus quatro integrantes.

O campeão brasileiro de 2009 André Vidiz com seu anglo árabe Nuit Endurance garantiu o melhor desempenho ao cruzar a linha de chegada na boa marca de 8h29min51 - resultando em um expressivo 13º posto individual entre nada menos 108 participantes.

Lilian Bueno Garrubo com Juda Hem honrou o Brasil fechando em 24º,9h10m33, Fernando Gonçalves da Costa com Mustaz foi 32º, 9h54min05 e Karina Camargo Arroyo Santos com HSK Nadjin, 51ª, 11h06min07. Ao todo, 55 conjuntos concluiram o percurso.

Premiado endurista e criador, o empresário Leo Steinbruch comemorou o resultado do time brasileiro, em especial, de seu sobrinho André Vidiz. "Esse foi o nosso melhor resultado em todos os tempos", destacou Steinbruch, titular do Haras Endurance. "Ver o meu sobrinho André e Nuit Endurance, animal de minha criação, conquistarem o 13º posto individual foi uma satisfação incrível", acrescentou o brasileiro.

"O Nuit Endurance é um anglo árabe de 8 anos, filho de Saad IBN Syed, que importei da Europa há 13 anos. Hoje ele já tem 30 filhos competindo com sucesso em provas de 120 km", explicou Steinbruch, que retorna ao Brasil nessa segunda-feira, 27.  

A emoção da campeã Maria Alvarez Ponton 
 
"Havia muitos cavalos bons e a trilha estava muito pesada. As pessoas diziam que seria fácil pelo fato do terreno ser plano, mas estava nada plano", analisou a campeã Maria Mercedes Alvarez Ponton,34, admitindo ainda que o retorno à competição após o recente parto era uma icógnita. "Quando eu estava grávida, pensava que provavelmente seria impossível competir no Mundial. Mas montei até os cinco meses de gestação e depois meu marido Jaume Punti-Dachs (também treinador do Sheik Mohammed) prosseguiu com o trabalho", revelou a campeã que voltou à sela há apenas duas semanas.

Maria também destacou a qualidade de sua montaria Nobby, de 15 anos. "Ele tem um enorme coração. Mas quando vence não é somente com o coração mas, também, com a cabeça. Nesse esporte a gente tem muitos dias tristes, depois alguns alegres, mas dias como hoje são algo muito especiais", finalizou a campeã.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curiosidades de Londres

Curta - EA no Facebook