Contador fala sobre os momentos difíceis que passou por causa da suspensão

E-mail Imprimir

O espanhol Alberto Contador disse na última terça-feira, dia 01 de março, em declarações à imprensa italiana, ser praticamente "impossível voltar ao que era antes" / Foto: DivulgaçãoO espanhol Alberto Contador disse na última terça-feira, dia 01 de março, em declarações à imprensa italiana, ser praticamente "impossível voltar ao que era antes" / Foto: DivulgaçãoEspanha - O espanhol Alberto Contador disse na última terça-feira, dia 01 de março, em declarações à imprensa italiana, ser praticamente "impossível voltar ao que era antes". O ciclista culpou a suspensão a que foi submetido, depois que a substância clembuterol ter sido descoberta em exame anti doping, realizado durante o Tour de France 2010.

"Passei por momentos difíceis, muitos dos que falaram de mim não deram conta de que eu não sou um robô. Disseram coisas ruins e estúpidas contra a minha pessoa na imprensa... Creio que é impossível ser como antes, já que sofri bastante. Agora sou mais reservado e talvez menos altruísta, algo que ajuda a criar mais harmonia", comentou o ciclista espanhol, em entrevista ao "La Gazzetta dello Sport".

O tricampeão do Tour de France lamentou ainda que a situação tenha prejudicado não só ele, como também seus familiares, que sofreram com a situação: "Foi muito duro para mim ver a minha mãe e o meu pai a chorarem...". Contador disse ainda ter ficado "muito surpreendido" pela palavras de José Luis Zapatero, primeiro ministro espanhol, apesar de não achar que a sua declaração tenha contribuído para a decisão final.

Palavras de Boonen e Giro. O ciclista espanhol aproveitou ainda para refutar as palavras de Tom Boonen, quando o belga disse que se fosse outro ciclista a punição teria sido mantida: "Não tem um ponto de vista correto. Ele deveria pensar antes, que graças a mim, aos meus sacríficios e ao meu dinheiro, regras injustas serão modificadas, e talvez algum dia, alguém também se beneficie com isso".

Para finalizar, Contador aproveitou ainda para falar do Giro, prova onde irá enfrentar imensas dificuldades. "Na semana passada vi as etapas pela internet e acho que será incrivelmente duro. Não há uma etapa chave, são logo seis... Quanto ao Tour, está nos meus planos e se puder vou estar presente", concluiu

Após a presença na Volta ao Algarve, onde ficou em quarto lugar, Alberto Contador vai agora abrilhantar a Volta a Múrcia, que começa na próxima  sexta-feira e vai até domingo. O líder da Saxo Bank terá adversários de peso, como o russo Denis Menchov e o espanhol Carlos Sastre, ambos da Geox.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Olimpíadas

Carlos Nuzman 

São Paulo - Presidente do COB fala sobre o ano de 2013 e os Jogos Olímpicos de 2016

Atletismo

Mauro Vinícius - Duda 

São Paulo - Campeão Mundial fala sobre 2013 e sobre as chances em 2016

Curta - EA no Facebook