Regras

Tiro Esportivo

Existem três categorias diferentes no tiro esportivo, que se subdividem em outras provas: pistola (sport, pistola livre, pistola de ar e tiro rápido), carabina (três posições, deitado e carabina de ar) e tiro ao prato (skeet, fossa olímpica e fossa dublê). Em todas elas, o objetivo é acertar o maior número de alvos para marcar mais pontos.

As provas de pistola são todas disputadas com uma arma de mesmo nome, menor que a carabina. A prova sport (só para mulheres) é dividida nas fases rápida e de precisão.

Na primeira, a atiradora precisa acertar um alvo móvel (exposto durante três segundos e oculto por sete) em seis séries com cinco tiros disparados em cada. Já na fase de precisão, o alvo também é móvel, mas são feitas seis séries de cinco tiros cada, sendo que cada uma tem seis minutos de duração.

Na prova de pistola livre, o atirador precisa acertar um alvo fixo (que fica a 50 m) em seis séries de 60 tiros cada. Os disparos devem acontecer com apenas uma mão segurando a arma.
A prova de pistola de ar segue a mesma linha da prova livre, mas é disputada com armas de ar comprimido ou dióxido de carbono, e os alvos ficam a uma distância de 10 m.

A prova de pistola com tiro rápido (disputada somente por homens) consiste em acertar o maior número de vezes um alvo móvel em quatro séries de oito segundos, quatro séries de seis segundos e quatro séries de quatro segundos, sendo que a cada cinco tiros o atirador precisa acertar outro alvo.

Na prova de carabina com três posições, homens e mulheres atiram com tipos diferentes de armas. No masculino, é utilizada uma carabina “livre” com até 8 kg, enquanto as mulheres usam carabina standard com até 5,5 kg.

Os homens atiram 40 vezes em cada posição (deitado, em pé e ajoelhado), com limite de tempo: uma hora deitado, uma hora e 30 minutos de pé e uma hora e 15 minutos ajoelhado. Já as mulheres disparam 20 tiros em cada posição, com tempo total para término da prova estabelecido em duas horas e 30 minutos.

Na carabina deitado (disputada só por homens), os atiradores devem acertar um alvo móvel de 50 m com 60 tiros no tempo de uma hora e 30 minutos. Na carabina de ar, por sua vez, homens e mulheres utilizam uma arma com ar comprimido ou de dióxido de carbono. No masculino, são 60 tiros em um alvo de 10 m de distância, enquanto as mulheres têm de acertar em 40 oportunidades.

Na prova de skeet, os pratos são lançados de duas caixas que ficam nas duas pontas de um semicírculo, e os atiradores devem acertar o maior número possível em cinco séries de 25 (para homens) e três séries de 25 (para mulheres).

Na prova de fossa olímpica, homens disputam cinco séries de 25 pratos, enquanto as mulheres competem com três séries também de 25 pratos. Na fossa dublê, a categoria masculina precisa cumprir três séries de 50 pratos, dez a mais que o estabelecido para a feminina, que também deve fazê-lo em três séries.

Local: Existem dois tipos de campo para a prática do tiro esportivo: o normal e o de skeet. O primeiro deve ter cabinas de tiro (cujo número varia de acordo com a prova) em um lado e, à frente, uma área mínima de tiro de 15 m de comprimento e 20 m de largura.


Já o campo de skeet tem um formato diferente. O ponto de onde devem partir os pratos e onde devem estar os atiradores precisa ser demarcado por um semicírculo. Em cada ponta da marcação deve existir um caixa (alta e baixa). Uma delas lança os pratos a 3,05 m de altura, enquanto a outra o faz a 1,07 m. Nesses campos, a área de tiro deve ter, no mínimo, 15 m de comprimento e 36,82 m de largura.

Táticas: A precisão e a concentração são elementos básicos para um atleta de tiro esportivo. O primeiro para um melhor aproveitamento dos tiros disparados em cada prova, e o segundo especialmente nas provas lentas, nas quais o atleta chega a ficar uma hora mirando nos alvos.

Nas provas rápidas, muitas vezes a precisão é deixada um pouco de lado pelos competidores. Como o tempo de exposição dos alvos é sempre pequeno, a prioridade do atleta é acertar o maior número deles possível.

Equipamentos: Os alvos são, na verdade, uma folha de papel com dez círculos concêntricos demarcados de um a dez (sendo que dez é o mais centralizado). Já os pratos utilizados nas provas são feitos de argila, calcário e alcatrão.

Existem dois tipos de armas usadas no tiro esportivo: a pistola e a carabina. A primeira tem calibre 22 (exceto a de ar comprimido), pode ter mira óptica e dispara apenas um tiro por vez. Já a segunda é mais longa, também tem calibre 22 (exceto a de ar comprimido) e comporta apenas dois cartuchos para dois tiros.

O atirador, por sua vez, precisa vestir um colete no qual guarda as munições para uso durante a prova. Normalmente, os atletas também usam um boné, com o intuito de proteger os olhos da luz solar, bem como um tampão de ouvido, o qual impede a desconcentração com o barulho dos tiros.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook