Poli, São José e Jacareí se garantem nas semis do Paulista A

Poli segue líder após vitória contra o Pasteur / Foto: Daniel Venturole/Portal do RugbyPoli segue líder após vitória contra o Pasteur / Foto: Daniel Venturole/Portal do Rugby

São Paulo - A principal divisão do Campeonato Paulista de Rugby chegou à sua quinta rodada nesse sábado, dia 21, e pela primeira vez, três clubes conquistaram a classificação antecipada às semifinais, mostrando uma disparidade no nível de jogo em relação aos demais participantes até aqui.
 
Poli, São José e Jacareí venceram seus jogos e agora lutam pelas duas primeiras posições, para ter a vantagem do mando de jogo na fase final. O SPAC sofreu contra o lanterna, mas venceu o Templários e entrou no G4 em momento importante da competição.
 
A rodada começou com o Templários recebendo o SPAC e pela primeira vez na competição, mostrando chances reais de vitória. Mas os visitantes abriram vantagem nos minutos iniciais com Franklin Rios e Raj Spago aos 3′ e 11′ e somente aos 14′, Daniel Pollard descontou para o time da casa. Ludgero anotou o terceiro try do dia para os ingleses, mas antes do fim do primeiro tempo, Jack Ryan anotou o segundo try do Templários, deixando a partida em aberto ao fim da etapa.
 
O jogo ganhou ares de surpresa no início do segundo tempo, com o Rômulo colocando o Templários na liderança da partida pela primeira vez em um segundo tempo de jogo na Série A, mas as esperanças de uma zebra histórica se encerrou na metade final, com Ricca colocando o SPAC novamente na frente, e mesmo com Ian deixando a vantagem em apenas 7 pontos após garantir um penal, Sabino e Ludgero cruzaram o ingoal para os alvicelestes mais uma vez, selando a vitória que coloca o SPAC no G4.
 
Longe de sua casa habitual, fechada devido o feriado, a Poli recebeu o Pasteur na Arena Paulista de Rugby e foi a primeira a garantir sua vaga. Precisando de uma vitória simples, a equipe saiu atrás no marcador, após Pedro di Pilla garantir três pontos por meio de penal, mas a resposta foi imediata com De Wet alcançando o ingoal no minuto seguinte em jogada pela direita e Agra teve a chance de ampliar em boa corrida pela ponta, mas acabou tackleado já dentro do ingoal pela aguerrida defesa francesa.
 
Assim como no duelo contra o Band na rodada anterior, a Poli encontrou uma defesa muito forte pela frente e o jogo se manteve equilibrado com oportunidades para os dois lados, mas ainda no primeiro tempo, o oitavo Carlão começaria a liderar os politécnicos, deixando Geanfranco livre para ampliar aos 30′ e tomando grande parte nas ações ofensivas e defensivas da equipe.
 
O Pasteur se ateve ao seu estilo de jogo e teve paciência para ganhar terreno frente a defesa adversária, e foi recompensado cinco minutos depois, novamente com Pilla em saída rápida na base do ruck, diminuindo para 4 pontos a vantagem da Poli. No entanto, a última palavra da etapa inicial seria da Poli, que chegou mais uma vez com Agra, dessa vez vencendo a defesa e ampliando para 21 a 10.
 
No segundo tempo, a Poli foi gradualmente exercendo uma superioridade cada vez mais evidente em campo e após novo try de De Wet aproveitando bobeada dos Galos dentro de sua linha de 5m, a equipe se perdeu, sendo dominada nos scrums e acabando envolvida pela movimentação politécnica. Daniel "Maranhão" em mais uma inspirada jornada anotou um belíssimo try, recebendo chute no meio de campo e infiltrando pelo meio da defesa do Pasteur e dando um chapéu no último marcador antes de mergulhar no ingoal. Profeta deu números finais à partida em dose dupla na reta final.
 
Em São José, os donos da casa mantiveram sua perseguição à Poli, com vitória que foi construída no segundo tempo sobre o Rio Branco carimbando a segunda vaga na próxima fase. Os Pelicanos mostraram mais uma vez uma defesa sólida enquanto o físico esteve nivelado, sofrendo tries de Luiz Guilherme e Allison e conversões de Rafael Morales, em partida de retorno aos campos pelos joseenses. O segundo tempo foi bem diferente, com domínio amplo do time da casa, que voltou a marcar logo aos quatro minutos com Diego Ferro e impôs um forte ritmo que resultou em nada menos que mais sete tries respondido apenas no minuto final com William Viana.
 
O jogo mais disputado do dia foi o que encerrou a rodada. Em um dia de grande festa para o Band Saracens, que viu sua equipe feminina garantir a primeira posição no primeiro dia de jogos do Qualificatório para o torneio nacional, os homens entraram em campo dispostos a surpreender o Jacareí e chegar no G4. A partida começou equilibrada, com Piru abrindo o placar para os Jacarés, prontamente respondido por Leandro "Cavalo" aos 10′.
 
O estreante Jaco Botha colocou o Band na frente e Laurente ampliou com um penal, mas a reta final do primeiro tempo foi dominada pelos visitantes, que cruzaram o ingoal em nada menos que três oportunidades com sua jovem linha, com Drudi, Estrela e Ariel. Aproveitando a superioridade numérica obtida ainda no fim do primeiro tempo, o Jacareí ampliou com Blade no primeiro minuto, e o último suspiro do Band veio logo depois novamente com Leandro.
 
Estrela repetiu a dose aos cinco minutos retomando a vantagem de 15 pontos e deu tranquilidade para os Jacarés administrarem a partida. Na reta final, ainda deu tempo para Alexandre guardar o try que selou a classificação dos Jacarés para a semifinal, e negou o ponto bônus bandeirantino, deixando a equipe com risco de ser eliminada mais uma vez na primeira fase.
 
A próxima rodada acontece em 5 de maio e terá Pasteur e Band Saracens enfrentando os já eliminados Rio Branco e Templários, precisando da vitória de qualquer forma para evitar a eliminação precoce. Atualmente dono da vaga remanescente, o SPAC terá pela frente nada menos que Jacareí e São José nos seus últimos compromissos, enquanto que Sarries e Pasteur se enfrentam na última rodada, e poderá ser a partida decisiva pelo último posto.
 
Com a quinta derrota, Templários e Pelicanos não tem mais chances matemáticas de classificação e farão um duelo de vida ou morte na última rodada pela permanência na elite paulista em 2019.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook