Rugby brasileiro vence Argentina em jogo histórico

Tupis fizeram história / Foto: UAR/Emi RaimondiTupis fizeram história / Foto: UAR/Emi Raimondi

Argentina – O rugby brasileiro escreveu mais uma página importante em sua história: venceu a principal força do continente, a Argentina, em Buenos Aires, por 36 a 33. A partida foi válida pelo torneio Sul-Americano 6Nações, a mais importante competição continental.
 
A Argentina XV contou com cinco Pumas no jogo e o resultado deixa o Brasil perto de um título inédito do torneio, já que na primeira rodada passou pelo Chile por 28 a 12. A próxima partida é contra a Colômbia, no dia 19 de maio, no campo do SPAC, em São Paulo.
 
"Não é apenas o resultado mais importante do rugby do Brasil, mas, talvez, esteja entre os mais importantes resultados do rugby mundial", afirma Fernando Portugal, capitão da seleção brasileira até 2015 e hoje trabalha na formação de novos atletas no Sistema de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu).
 
Portugal fala com a autoridade de quem estava em campo há quatro anos, pelo mesmo torneio, e saiu do gramado derrotado por imponentes 114 a 0 diante dos argentinos.
 
"Uma vitória sobre a Argentina era algo que acreditávamos que viria daqui a 30 anos, talvez, por toda tradição que eles têm. O time que botaram em campo hoje contava com cinco atletas que participam do Super Rugby, o que mostra a força deles", explica Portugal.
 
"Quando a Argentina abriu 33 a 3 no primeiro tempo, várias pessoas comentaram comigo que seria outra lavada. Mas vencemos. Onde está nosso limite? Estamos ressignificando o trabalho de todos os dias, provando que ainda não esgotamos todo nosso potencial."
 
O CEO da CBRu, o argentino Agustin Danza, acredita que a vitória deste sábado é a prova do rumo acertado do trabalho pelo maior objetivo estratégico da entidade: classificar a seleção masculina para a Copa do Mundo em 2023.
 
"O resultado é fruto de um trabalho duro que começou há muitos anos com atletas amadores, como era a geração do Fernando Portugal. Com mais investimento e estrutura proporcionados pelo Sistema de Alto Rendimento fomos evoluindo. Existe uma rotina intensa e silenciosa de profissionais, atletas e técnicos, que se dedicam integralmente para conquistar nosso principal objetivo que é classificar a seleção para a Copa do Mundo de 2023", diz Agustin Danza.
 
O jogo - Apesar de abrirem o placar com penal de Josh, o primeiro tempo não foi bom para os Tupis e terminou 33 a 3 para os argentinos, após tries de Bustinduy, Macome (2), Liotta e Lautaro Bávaro. No segundo tempo, entretanto, a história mudou e o Brasil dominou a Argentina.
 
Com tries de Michael Oliveira (2), Ige e Ariel os Tupis encostaram no placar. E, no último lance, aos 79 minutos de jogo, veio a virada histórica, após scrum a cinco metros do in-goal, Ige novamente apareceu para anotar seu segundo try no jogo e decretar a vitória brasileira por 36 a 33.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook