Tiro Esportivo terá a mesma regra para homens e mulheres

  / Foto: Divulgação/CBTE / Foto: Divulgação/CBTE

São Paulo - Um comunicado divulgado no dia 18 de Dezembro, no site oficial da International Shooting Sport Federation, ISSF, demonstra que a partir do dia 01º de Janeiro de 2018 todas as competições de Tiro Esportivo terão exatamente as mesmas regras para as provas masculinas e femininas. 
 
Estas medidas fazem parte das ações da ISSF em igualar as participações dos gêneros masculino e feminino nos eventos oficiais. Durante a Rio 2016, por exemplo, tiveram mais provas valendo medalhas para os homens (9), do que para as mulheres (6).  Já nas olimpíadas de 2020, as provas vão dar 6 medalhas para os homens, 6 para as mulheres e 3 para as provas mistas.
 
Com essa mudança na quantidade de tiros, as provas femininas passam a ter as mesmas regras aplicadas nas provas masculinas. Assim as regras serão padrões para todas as competições a partir do ano que vem
 
Confira todas as mudanças abaixo:
 
  •     As disciplinas Carabina de Ar 10m Feminino e Pistola de Ar 10m Feminino aumentarão de 40 para 60 tiros.
 
  •     As disciplinas Carabina 3 Posições Feminino (50m e 300m) aumentarão das três séries de 20 tiros para 3 de 40 tiros.
 
  •     As disciplinas Fossa Olímpica Feminino e Skeet Feminino aumentarão de 75 para 125 pratos.
 
  •     A disciplina de Alvo Móvel (não contemplada pela CBTE) aumentará de 40 para 60 tiros.
 
  •     A categoria Júnior Feminino terá os mesmos aumentos que os das damas.
 
  •     A disciplina Pistola 25m Feminino continuará com 60 tiros (30 + 30 tiros).
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook