Em busca do aprimoramento, natação do Pinheiros mantém base campeã

Clube projeta ano promissor após conquistar a tríplice coroa em 2107, com os Troféus Maria Lenk, José Finkel e Brasil Open / Foto: Ricardo Bufolin/ECPClube projeta ano promissor após conquistar a tríplice coroa em 2107, com os Troféus Maria Lenk, José Finkel e Brasil Open / Foto: Ricardo Bufolin/ECP

São Paulo – A vitoriosa temporada de 2017, levou a natação do Esporte Clube Pinheiros a priorizar a manutenção da equipe campeã das três principais competições nacionais: Troféu Maria Lenk, José Finkel e Brasil Open. O clube ainda comemorou a medalha de prata no Mundial de Budapeste com três atletas no revezamento 4 x 100 livre: Cesar Cielo, Marcelo Chierighini e Gabriel Santos, além de Bruno Fratus.
 
O desempenho dos nadadores, fez com que o coordenador técnico Alberto da Silva optasse por manter a base da equipe principal, em busca do aprimoramento em 2018. "Nossa prioridade foi a permanência do maior número de atletas e fazê-los se sentirem felizes e motivados. Contratamos ainda o melhor fundista do País, Guilherme Costa, o Cachorrão (ex-Unisanta) e a velocista Lorrane Ferreira (ex-Minas)". O treinador Albertinho cita ainda que as equipes infantil, petiz e juvenil também foram reforçadas.            
 
Nesta temporada as metas do Pinheiros são o Troféu Maria Lenk, em abril no Rio de Janeiro, seletivo para o Pan-Pacífico de Tóquio, e o José Finkel, em agosto provavelmente em Guaratinguetá (SP), seletivo para o Mundial em piscina curta na Coréia do Sul. Para ambas as competições asiáticas, em agosto e dezembro, respectivamente, o período de aclimatação será em Tóquio, nas mesmas instalações a serem utilizadas nos Jogos Olímpicos de 2020.
 
De volta ao Pinheiros em 2016, após mais de 20 anos de serviços prestados ao clube, Albertinho considera que 2017 foi o `ano do resgate` e que 2018 será o momento de constatar a eficiência da metodologia e a consequente evolução da equipe. "Ano passado resgatamos o trabalho especializado e integramos os profissionais da natação: médico, fisioterapeuta, biomecânico, nutricionista e treinadores, com o objetivo único de qualificarmos os atletas. Agora chegou a hora de mapear, entender e planejar o que será mais adequado a cada um deles", analisa o técnico. 
 
A natação competitiva do Pinheiros conta com 350 atletas das categorias mirim, infantil, petiz, juvenil, júnior e sênior, sendo que a equipe principal é formada por cerca de 50 atletas entre sênior e júnior (18 e 19 anos). Na conquista da tríplice coroa em 2017, alguns atletas do clube também conquistaram individualmente o tricampeonato: Jhennifer Alves (50 peito), Gabriel Santos (100 livre) e Guilherme Guido (50 e 100 costas). 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook