Corrida feminina faz parte do encerramento do Tour de France

Pódio da prova no ano de estreia/ Foto: G.Demouveaux / DivulgaçãoPódio da prova no ano de estreia/ Foto: G.Demouveaux / Divulgação

São Paulo - No dia 27 de julho de 2014, a história do ciclismo feminino vivenciou um salto inesquecível com o lançamento da prova La Course by Le Tour. As melhores ciclistas do mundo reuniram-se, na avenida Champs-Élysées, para a primeira edição da corrida, parte integrante da etapa final do Tour de France. Após a conclusão dos 89 km do circuito parisiense, quem além de Marianne Vos, a estrela do pelotão, poderia ter deixado sua marca neste prestigiado evento? "Meu sonho tornou-se realidade", admitiu a holandesa na linha de chegada, ao colocar-se no hall da fama após vencer uma corrida na mais bela avenida do mundo.

Nunca antes na história do esporte o ciclismo feminino tinha desfrutado de um momento de tamanha exposição. Desde então, a La Course by Le Tour serviu de inspiração. Muitos eventos no calendário internacional agora têm uma irmã gêmea. Algumas corridas estão sendo organizadas, como a La Course by La Vuelta. Como o modelo francês, o evento espanhol será em Madri, no dia 13 de setembro, como uma atração a mais no encerramento do Tour da Espanha de 2015, sinal de que o ciclismo feminino entrou em uma nova era.
 
Amparada pelo sucesso entre os atletas e também com o público, a La Course by Le Tour está de volta para a segunda edição, para consolidar seu lugar no calendário. Neste domingo (26), a partir de 13h25 (8h25 no horário de Brasília), todas as estrelas do pelotão iniciarão a batalha pelo título no mesmo circuito de 2014. Logo em seguida, às 16h35 (11h35 de Brasília), será dada a largada para a última etapa masculina, também com chegada na Champs-Élysées. 
 
A única ausência notável na prova feminina será a da própria Marianne Vos, vencedora no ano passado vestindo camisa arco-íris de campeã do mundo. Sofrendo com repetidas lesões desde o início da temporada, a líder da equipe Rabo-Liv teve de renunciar à defesa do título para facilitar sua recuperação. A batalha pelo título está garantida com a presença de 120 ciclistas, divididas entre 19 equipes UCI e uma seleção nacional, a francesa. Entretanto, não será impossível que uma campeã mundial substitua outra na Champs-Élysées, como é o caso de Pauline Ferrand-Prévot, companheira de time de Marianne Vos. A nova estrela do pelotão tem brilhado em todos os terrenos e deve ser capaz de, legitimamente, domar os paralelepípedos da La Course by Le Tour, algo que a francesa busca mais do que nunca, após uma queda no final da prova em 2014. 
 
Pauline está entre as principais favorita à vitória, juntamente com as italianas Elisa Longo Borghini e Giorgia Bronzini (Wiggle Honda), as holandesas Kirsten Wild (Hitec Products, vice em 2014) e Ellen van Dijk (Boels Dolmans), a britânica Lizzie Armitstead (Boels Dolmans), a alemã Lisa Brennauer (Velocio-SRAM, quarta ano passado) ou a sueca Emma Johannson (Orica-AIS). Entre as principais francesas do ranking, além de Pauline, a presença da seleção nacional deve chamar atenção, enquanto a equipe francesa, Poitou-Charentes-Futuroscope, deve ser capaz de atingir um bom resultado contando com as suas sprinters Roxane Fournier e Pascale Jeuland.
 
Specialized, patrocinadora oficial por três temporadas - Após o sucesso da La Course by Le Tour de France em 2014, a Specialized assinou neste ano um contrato de três anos de patrocínio com a organizadora do evento, a Amaury Sport Organization (A.S.O.), para assim continuar como a empresa de bicicletas oficial da prova. Ambas as empresas não esconderam a felicidade com o acerto.
 
"Foi algo formidável ver mulheres correndo na principal etapa do ciclismo mundial em julho do ano passado", disse Slate Olson, CMO da Specialized. "É importante manter este espírito e, com o patrocínio da La Course, esperamos garantir a exposição para um público global em crescimento. Isso só fortalecerá o esporte para as mulheres que competem no mais alto nível", completou Olson. 
 
Yann Le Moenner, diretor administrativo da A.S.O., comentou a renovação do contrato: "Nós estamos muito contentes de ver que a Specialized, empresa pioneira no campo do ciclismo feminino, estará ao nosso lado nesta segunda edição. Essa confiança renovada confirma o grande valor e a legitimidade desta nova corrida feminina, cuja as imagens, com a Champs-Elysées de fundo, foram transmitidas para mais de 150 países em 2014".

Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Curta - EA no Facebook