Atletas paranaenses buscam topo do pódio na Copa Triathlon Brasil

 

Maria Fernanda Forti Tinelli / Foto: Flávio Perez | Onboard SportsMaria Fernanda Forti Tinelli / Foto: Flávio Perez | Onboard Sports

Palmas - A Seleção Escolinha de Triathlon Alto Rendimento entra em campo neste fim de semana, em Palmas, para mais um grande desafio nacional em dose dupla. Os veteranos da equipe enfrentarão alguns dos triatletas mais rápidos do País na terceira etapa da Copa Triathlon Brasil. 
 
Já os mais novos disputarão a segunda etapa do Campeonato Brasileiro Infantil, mais importante evento das categorias de base, responsável por apontar os futuros campeões da modalidade. Ao todo, mais de 180 atletas de todos os Estados devem participar das competições na Praia da Graciosa.
 
Disputada na modalidade sprint, com 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida, a terceira etapa da Copa Triathlon Brasil terá um tom de superação para os atletas da Seleção Escolinha. Maria Fernanda Forti Tinelli, por exemplo, fará sua estreia na categoria Júnior. "O objetivo é buscar evolução, já que na categoria anterior ela já não tinha adversárias", explica o coordenador do projeto Ricardo Júnior Cardoso. Já Rainer Simas Lopes, transferido de Manaus para o projeto paranaense, luta para se adaptar ao clima frio de Curitiba, e vê na prova no Tocantins uma chance de melhorar seu desempenho.
 
A prova também mostrará a evolução dos atletas, neste primeiro ano do projeto de alto rendimento no Paraná. Renan Portela é o líder da competição, após duas etapas, com desempenho cada vez melhor nas três modalidades do triathlon, e lutará para manter sua posição em Palmas. "E o Matheus Martinhaki vem nos surpreendendo nos treinos. ele quer melhorar sua posição na categoria júnior", completa Ricardo. "Todos estão prontos para realizar uma grande prova e fazer valer os treinos intensificados dos últimos dias".
 
Disputa caseira no Brasileiro Infantil - A segunda etapa do Campeonato Brasileiro Infantil também promete ser desafiadora para Cauã Diniz, Henrique Mendes e Adam Precybilovicz. Cauã e Henrique, os dois com 14 anos, disputam a competição pelo último ano, e terão um duelo particular pelo pódio em Palmas. Entre os adversários também estarão colegas da Escolinha de Triathlon Formando Campeões, projeto onde foram descobertos, referência na formação e desenvolvimento das categorias de base do esporte.
 
A Escolinha levará um verdadeiro pelotão para o Brasileiro Infantil, com os irmãos João Vítor e Miguel Mazorca, Elis Almeida, Nathalia Franco, Jennifer Antunes, João Vítor Vicente e Vinícius Sant'Ana. Para eles, o objetivo é ganhar experiência em competições de alto nível técnico, para evoluir e manter o entusiasmo pelo esporte.
 
"A disputa entre o Cauã e o Henrique, na categoria 14 anos, e entre o Adam e o João Mazorca na categoria 13 anos, estão sempre acirradas e todos vêm treinando bem. Será um bom desafio para eles, e quem vacilar perde a prova", destaca o coordenador Ricardo Júnior Cardoso. "Já os demais atletas na Escolinha seguem evoluindo a cada treino, e têm como meta melhorar seus resultados."
 
A preparação para a segunda etapa do Campeonato Brasileiro Infantil contou com um training camp oferecido pela CBTri, para atletas que vêm se destacando ao longo do ano. Entre eles estavam Cauã Diniz e Adam Precybilovicz. O técnico Ronaldo Mateus, da Escolinha de Triathlon Formando Campeões, foi o treinador responsável.
 
"O training camp valeu também para a adaptação ao clima quente de Tocantins, para que todos cheguem à competição no domingo em sua melhor forma. E o intercâmbio entre crianças de várias partes do País é importante, com muita troca de vivências e práticas no esporte. É o que o Brasileiro Infantil proporciona a elas", comenta Ronaldo Mateus.
 
A Seleção Escolinha de Triathlon Alto Rendimento reuniu para a temporada 2018 os dez atletas com maior potencial para o alto rendimento, entre os 60 alunos da Escolinha de Triathlon Formando Campeões, consagrando um trabalho de quatro anos no desenvolvimento das categorias de base do triathlon no Paraná. Na nova equipe, os dez atletas selecionados passam a receber uma ajuda de usto mensal e são direcionados para as principais competições brasileiras e internacionais, visando as classificações olímpicas.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook