Vestas 11th Hour Racing vence Gotemburgo In-Port Race

A In-Port Race de Gotemburgo, na Suécia, definiu o campeonato paralelo das regatas costeiras da Volvo Ocean Race / Foto: Ainhoa Sanchez/Volvo Ocean RaceA In-Port Race de Gotemburgo, na Suécia, definiu o campeonato paralelo das regatas costeiras da Volvo Ocean Race / Foto: Ainhoa Sanchez/Volvo Ocean Race

Suécia - A In-Port Race de Gotemburgo, na Suécia, definiu o campeonato paralelo das regatas costeiras da Volvo Ocean Race. Com o terceiro lugar do espanhol Mapfre, a equipe ganhou por antecipação a competição, que serve como desempate na Volta ao Mundo. A regata deste domingo (17) foi vencida pelo Vestas 11th Hour Racing, com o team AkzoNobel em segundo.
 
Os espanhóis não podem mais ser alcançados. Falta apenas a In-Port de Haia (Holanda) e o Mapfre soma 61 pontos contra 50 do Dongfeng Race Team. Como o vencedor de cada prova soma sete pontos, o campeonato está decidido.
 
"Estamos muito felizes com esse resultado", disse Xabi Fernández, comandante do Mapfre. “Hoje é um dia especial para nós. Estávamos planejando navegar nossa própria regata, mas no começo decidimos segurar o Dongfeng e tentar terminar com a série agora”.
 
A prova em Gotemburgo teve ventos de 14 a 17 nós, a direção sul. O Team Brunel teve melhor início deixando  Mapfre e Dongfeng Race Team se marcando. Os chineses do Dongfeng foram punidos após um contorno de bóia e perderam posições. 
 
O Vestas 11th Hour Racing fez uma regata limpa e conseguiu se distanciar e ficar com a vitória. Eles foram beneficiados por uma troca de vela errada do Team Brunel, que liderava.
"Saímos da linha de partida e ganhamos uma chance", disse Charles Enright. "Em um dia como o de hoje, você nunca conseguirá acertar 100% do tempo, mas a equipe que acertar mais ganha. Estamos felizes com o resultado''.
 
O segundo lugar da equipe de Martine Grael e Simeon Tienpont, o AkzoNobel, coloca o time na zona do pódio das In-Port. Um quarto lugar no domingo permitiu que Turn the Tide on Plastic, de Dee Caffari, diminuísse a diferença para o SHK / Scallywag de David Witt para três pontos.
 
Na quinta-feira, 21 de junho, será dada a largada para a etapa final da Volvo Ocean Race 2017-18, que será de Gotemburgo a Haia. "Já estamos pensando nisso", admitiu Xabi Fernández. "Sabíamos que seria próximo, mas acho que ninguém pensou que seriam três barcos na disputa. Quem vencer a regata vence o campeonato”.
 
Mapfre e Brunel estão empatados em pontos e o Dongfeng Race Team está logo atrás. A regata final marca a decisão mais apertada dos 45 anos de história da Volvo Ocean Race. Assista à cobertura ao vivo da Etapa 11 no site www.volvooceanrace.com e nas redes sociais @volvooceanrace a partir das 8h45 no dia 21 de junho.
 
Veja Também: 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook