Nova Zelândia vence Tonga na abertura da Copa do Mundo de Rugby

Em noite inspirada de Richard Kahui e Isarael Dagg, os All Blacks venceram na estreia da Copa do Mundo de Rugby, em partida realizada na última sexta-feira, dia 9 de Setembro / Foto: Getty Images Em noite inspirada de Richard Kahui e Isarael Dagg, os All Blacks venceram na estreia da Copa do Mundo de Rugby, em partida realizada na última sexta-feira, dia 9 de Setembro / Foto: Getty Images Nova Zelândia - Em noite inspirada de Richard Kahui e Isarael Dagg, os All Blacks venceram na estreia da Copa do Mundo de Rugby, em partida realizada na última sexta-feira, dia 9 de Setembro. No placar final os anfitriões venceram Tonga por 41x10, e conquistaram a primeira vitória com facilidade.

A Nova Zelândia começou bem a Copa do Mundo de Rugby. Os All Blacks, jogando com sua torcida a favor, mantiveram o retrospecto de jamais ter perdido numa estreia nas sete edições do mundial. A superioridade neozelandesa foi visível durante o primeiro tempo de partida.

Logo aos quatro minutos de jogo, Dan Carter, o maior pontuador de jogos internacionais na história do Rugby, abriu o placar com um pênalti convertido. Tonga abriu muito sua defesa, pela velocidade que a seleção da Nova Zelândia impunha em jogo. Com uma linda jogada de  Sonny Bill Williams, aos dez minutos, Isarael Dagg, marcou o primeiro try da Copa do Mundo de Rugby 2011, com a conversão de Dan Carter.

Com a terceira linha dos All Blacks dominando o jogo, os jogadores de linha tiveram mais espaço para correr com a bola. Richard Kahui, que foi eleito o melhor jogador da partida, marcou aos 19 minutos o segundo try, Nova Zelândia 15x0 Tonga. Isarael Dagg e Richard Kahui, marcaram mais uma vez ainda na primeira etapa, abrindo 29x0. Tonga foi conseguir seus primeiros pontos da partida no final do primeiro tempo, num pênalti convertido por Kurt Morath, 29x3.

Tonga voltou para o segundo tempo com três alterações. Dessa forma, o time conseguiu diminuir a velocidade do time neozelandês da partida. Apenas na metade da segunda etapa, foi quando o asa da Nova Zelândia conseguiu furar a linha de defesa e marcar mais um try. Dan Carter perdeu a conversão. 34x3.

Com a defesa mais agressiva, Tonga conseguiu armar alguns contra ataques e até chegar na linha de 5 metros do in goal. A defesa da Nova Zelândia aguentou durante 5 minutos a pressão de Tonga, até ceder o try. O asa Alisoma Taumalolo marcou o primeiro try da partida de Tonga, e o segundo em mundiais. 34x10.

Com a diferença que a Nova Zelândia conseguiu logo no primeiro tempo, foi fácil manter a tranquilidade. E para evitar qualquer chance de zebra, o segundo-centro Ma’a Nonu roubou a bola no campo de ataque de Tonga, fez uma bela jogada e arrancou para marcar o último try da partida.  Colin Slade converteu, fechando o resultado, Nova Zelândia 41x10 Tonga.

A próxima partida de Tonga será contra a seleção do Canadá, dia 14 de setembro, em Whangarei, um adversário de seu nível. Já os All Blacks enfrentam o Japão, em partida que será realizada na capital neozelandesa, em Hamilton. O jogo é considerado duríssimo para os japoneses. O técnico da Nova Zelândia, Grahan Henry, deve poupar alguns dos seus principais jogadores para deixar sua equipe descansada para o jogo mais difícil do Grupo A, contra a França.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 
Mascotes
Curta - EA no Facebook