Bom desempenho de 19 brasileiros no Mundial de Juvenis | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Bom desempenho de 19 brasileiros no Mundial de Juvenis

Thiago Braz e a medalha de ouro/ Foto: Harley Maciel/CBAtThiago Braz e a medalha de ouro/ Foto: Harley Maciel/CBAt

São Paulo- Na melhor campanha da Seleção de Juvenis em um Campeonato Mundial da categoria até 19 anos, 19 atletas brasileiros conseguiram bons resultados na 14ª edição do evento, disputado no Estádio Olímpico de Montjuic, em Barcelona, na Espanha. O País colocou atletas no pódio em quatro provas, com a conquista de uma medalha de ouro e três de bronze.
 
Abaixo, o desempenho de cada atleta da equipe.
 
Thiago Braz da Silva conquistou o título do salto com vara e melhorou o recorde brasileiro com 5,55 m - o anterior era dele mesmo, com 5,35 m, marca obtida em 12 de maio deste ano em São Paulo (SP). Superou quatro vezes seu recorde anterior, ao saltar sucessivamente 5,40 m - 5,45 m - 5,50 m - 5,55 m.
 
Tamiris de Liz foi ao pódio em duas provas. Foi bronze nos 100 m com 11.45 - fez 11.42 na semifinal, novo recorde pessoal - o anterior era 11.43, feito em Medellín (COL) em 23 de setembro de 2011. Também ganhou a medalha de bronze no revezamento 4x100 m com 44.29. Nos 200 m, chegou à fase semifinal.
 
Tamara Alexandrino de Souza ganhou a medalha de bronze no heptatlo com 5.900 pontos, novo recorde sul-americano - o anterior era 5.763 pontos e pertencia a Vanessa Spinola, feito em 31 de maio de 2009, em Bragança Paulista (SP). Sua melhor marca pessoal era 5.548 pontos, feita em Barquisimeto (VEN), em 10 de junho deste ano.
 
Jéssica Carolina Alves dos Reis fechou o 4x100 m ganhador da medalha de bronze com 44.29 e foi finalista no salto em distância - foi a 6º lugar com 6,51 m.
 
Nathalia Fernanda Braga da Rosa ganhou bronze no revezamento 4x100 m com 44.29. Nos 200 m, alcançou a fase semifinal e marcou 24.43. 
 
Camila Aparecida de Souza integrou o revezamento 4x100 m que conquistou o bronze com 44.29. Disputou a preliminar dos 100 m e marcou 12.00.
 
Henrique da Silva chegou à final do salto triplo ao marcar 15,81 m na qualificação, recorde pessoal (o anterior era 15,75 m e fora obtido em Maringá, em 16 de junho. Na final foi o 5º com 16,04 m, novo recorde pessoal.
 
Felipe Lorenzon foi à final do lançamento do disco, chegou ao 5º lugar com 61,18 m - novo recorde pessoal (o anterior era 59,09 m e fora marcado em Maringá, em 16 de junho último).
 
Rodrigo Gomes Rocha integrou o 4x100 m finalista com 39.75 (7º lugar). Na preliminar, a equipe marcou 39.29, novo recorde sul-americano juvenil - o anterior era 39.63, estabelecido pela seleção brasileira em 28 de setembro de 2009 em Medellín (COL). Nos 100 m, disputou a fase preliminar e marcou 10.78.
 
Yuri de Lima Monteiro Finalista no 4x100 m com 39.75 (7º lugar) - integrou a equipe que, na fase preliminar, marcou novo recorde sul-americano com 39.29. Nos 100 m, marcou 10.78 na fase preliminar.
 
Leandro Pitarelli de Araújo foi finalista no 4x100 m com 39.75 (7º lugar) - na fase preliminar, fez parte da equipe que estabeleceu novo recorde sul-americano com 39.29. Nos 200 m, disputou a fase preliminar e marcou 21.62.
 
Renato de Oliveira Santos Júnior foi finalista no 4x100 m com 39.75 (7º lugar) - na fase preliminar, fez parte da equipe que estabeleceu novo recorde sul-americano com 39.29.
 
Tiago da Silva foi finalista no salto em distância - 10º com 7,29 m (marcou 7,54 m na qualificação).
 
Felipe Vinícius dos Santos foi o 11º no decatlo, com 7.280 pontos, recorde pessoal - o anterior era 7.216 pontos e fora conseguido em Maringá, em 17 de junho deste ano.
 
Kauam Kamal Aleixo Bento foi à final do triplo com um salto de 15,91 m (vento de 3.0 m/s). Foi o 12º na final.
 
Thais Vides disputou a preliminar do 4x100 m, quando a equipe marcou 44.79 e obteve a qualificação para a final.
 
Lucas Silva Carvalho fez a preliminar dos 110 m com barreiras em 13.89 e passou à semifinal, quando marcou 13.93.
 
Flávia Maria de Lima alcançou a fase semifinal dos 800 m e marcou 2:07.03 (fez 2:07.78 na preliminar).
 
Daniella Mieko Nisimura disputou a prova de qualificação do lançamento do dardo e marcou 49,72 m. Melhorou seu recorde pessoal que era 49,50 m e fora estabelecida em Maringá, em 16 de junho último.
 
Demais atletas 
Os demais atletas da equipe do Brasil disputaram a primeira fase em suas provas. Higor Silva Alves (salto em distância) 7,26 m Nelson Henrique Gonçalves Fernandes (arremesso do peso) 18,08 m Alex Castro Sales (arremesso do peso) 18,19 m Paulo Enrique Alves da Silva (lançamento do dardo) 66,43 m Ioran Etchechury (1.500 m) 3:55.15 Wesley Diego Martins (400 m com barreiras) 52.41 Josué Lima da Costa (salto em altura) 2,05 m Almir Cunha dos Santos (salto em altura) 2,10 m Andressa Moreira Fidelis (salto em distância) 5,94 m. Bruno Fidelis não completou a marcha 10.000 m. Luis Gabriel da Silva e Ricardo Mário de Souza foram reservas do revezamento 4x100 m.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook