Carioca da gema, Rosângela faz os 100 m e pensa no revezamento | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Carioca da gema, Rosângela faz os 100 m e pensa no revezamento

Rosângela Santos fará os 100 m e o 4x100 m em Londres/ Foto: Wagner Carmo/CBAt

São Paulo- Rosângela Cristina de Oliveira Santos, "carioca da gema", por acaso nascida em Washington DC, em 20 de dezembro de 1990, há muito tempo tem seu potencial conhecido. Em 2007, ela há havia conquistado a medalha de prata nos 100 m, no Mundial de Menores de Ostrava, na República Tcheca. No ano seguinte, integrou o 4x100 m do Brasil, ganhador do bronze no Mundial de Juvenis de Bydgoczcz, na Polônia.
 
Neste mesmo ano, ajudou o Brasil a alcançar o 4º lugar no 4x100 m da Olimpíada de Pequim (o bronze ficou a apenas 10 centésimos).
 
Rosângela é um dos nomes da equipe nacional que estreia em Londres logo no primeiro dia do torneio de Atletismo. Disputará as séries dos 100 m, a partir das 15:15 - hora de Brasília (19:15, de Londres), em 3 de agosto. Se passar à fase semifinal, voltará à pista no dia 4, às 15:35 (de Brasília), para lutar por um lugar entre as oito primeiras.
 
Neta de Orozimbo de Oliveira, um dos fundadores da Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel, Rosângela vem se firmando como uma das principais velocistas da área ibero-americana. Cada vez que comemora uma vitória, deixa sua marca pessoal: uma dança, "um sambinha", forma de mostrar a herança familiar.
 
Sua história: Seus pais, músicos, foram para os Estados Unidos, onde a menina nasceu. O frio da cidade fez com que ela ficasse doente. Então a trouxeram para o Rio de Janeiro, onde foi criada pela tia Graça, a quem é muito apegada.
 
Rosângela foi muito bem nas categorias menor e juvenil e elevou o nível nas competições principais. Tanto que, já em Pequim, fechou com categoria o 4x100 m olímpico. Em 2011, aos 20 anos, foi peça fundamental do revezamento finalista no Mundial de Daegu, na Coreia do Sul (na preliminar, com Vanda Gomes, Franciela Krasucki e Ana Cláudia Lemos, a equipe bateu o recorde sul-americano, com 42.92).
 
Ainda no ano passado, em outubro, foi campeã dos 100 m no PAN de Guadalajara. E no 4x100 m, além da medalha de ouro, ajudou a equipe a estabelecer novo recorde: 42.85.
 
Em 2012, melhorou suas marcas e conseguiu o dos 100 m para a Olimpíada de Londres. No revezamento, acha ter a equipe nacional "chances reais" de pódio. Opinião compartilhada pelo treinador da prova da Seleção Brasileira, Katsuhico Nakaya. "Se fizermos nosso melhor, podemos ganhar uma medalha", explica. No GP Brasil/Caixa, no Estádio Olímpico do Engenhão, no Rio, venceu os 100 m, com recorde pessoal e índice para Londres: 11.21, em 20 de maio.
 
NA OLIMPÍADA
Integrante do Programa Nacional Caixa de Apoio aos Atletas de Alto Nível, da CBAt, e participou de campings de treinamento da CBAt, no Brasil e na Alemanha.
 
FICHA PESSOAL
Nome completo: Rosângela Cristina de Oliveira Santos
Data e cidade de nascimento: 20/12/1990 - Washington (EUA)
Provas principais: 100 e 4x100 m
Onde treina: Rio de Janeiro (RJ)
Clube: Brasil Foods/ILF (RJ)
Treinador: Paulo Servo Costa
 
Recordes pessoais
100 m - 11.21 (0.6) Rio de Janeiro (RJ) 20/05/2012
200 m - 22.92 (0.0) São Paulo (SP) 01/07/2012
 
Conquistas principais
Medalha de ouro: 100 e 4x100 m no PAN de Guadalajara 2011
Medalha de bronze: 4x100 m no Mundial de Juvenis de Bydgorzcz 2008 
Medalha de prata: 100 m no Mundial de Menores de Ostrava 2007

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook